Cerveza Patagonia lança growler

Produto é uma versão do já reconhecido growler da marca americana Stanley

O growler térmico é feito por parede dupla com isolamento a vácuo (Foto: Divulgação)

O growler térmico é feito por parede dupla com isolamento a vácuo (Foto: Divulgação)

A Cerveza Patagonia, em parceria com a marca Stanley, está lançando uma versão do growler da marca, que promete manter o chope gelado por 24 horas e conserva o líquido fresco por três dias. Com edição limitada, os produtos serão vendidos no Refugio Patagonia, da Rua Itupava, em Curitiba, e online, no Empório da Cerveja.

O growler térmico é feito por parede dupla com isolamento a vácuo, o que não deixa transpirar quando sua cerveja estiver muito gelada no interior. É totalmente fabricado em aço inoxidável, inclusive a parte interna da tampa. Além de preservação térmica por até 24 horas gelada e 96 horas com gelo, também mantém bebidas quentes por 18 horas.

No Brasil, a Cerveza Patagonia oferece três estilos, na versão 740ml, long neck, com 355ml e a recém lançada lata com 473ml. A cerveja Patagonia Bohemia Pilsener é produzida com o lúpulo tcheco Saaz e com o Cascade argentino, cultivado na cidade patagônica de Fernandez Oro e também em frente à cervejaria de Patagonia em Bariloche. O tipo tcheco proporciona um aroma fresco e frutado bem característico, além de uma coloração dourada profunda. Já a cerveja Patagonia Amber Lager tem cor marrom acobreada com aroma sutil de caramelo graças aos maltes Melanoidin, Carared e Carapils. Finalmente, a Patagonia Weisse apresenta aroma cítrico com notas de laranja e coentro, que equilibram o aroma e o sabor refrescante e pouco adocicado desta cerveja.

A marca, no coração do Circuito Chico, próximo ao Mirador Punto Panorâmico, no km 24,7 em São Carlos de Bariloche, inaugurou em junho de 2016 a Cervejaria Patagonia, um brewhouse onde o público pode acompanhar a elaboração das cervejas direto do bar e degustar pratos típicos da região patagônica harmonizados com as bebidas.