Floripa Beer Festival lança roteiro comercial do Caminho Cervejeiro

Ampe Metropolitana, União Cervejeira e Sebrae-SC apresentam rota turística

No sábado, a animação foi com a banda Cavalinho, a mais tradicional da Oktoberfet de Blumenau (Foto: Juarez Schmitt/Divulgação)

No sábado, a animação foi com a banda Cavalinho, a mais tradicional da Oktoberfet de Blumenau (Foto: Juarez Schmitt/Divulgação)

Concebido para fortalecer as cervejas artesanais, o 2º Floripa Beer Festival marcou o lançamento do primeiro roteiro comercial do Caminho Cervejeiro Grande Floripa. A Ampe Metropolitana, a União Cervejeira e o Sebrae-SC apresentaram a rota turística que estimula a visita aos estabelecimentos, com apreciação das cervejas locais, integração com gastronomia e outros atrativos da região. (Para saber mais sobre as cervejarias catarinse, clique aqui)

A operação do roteiro é da Casa Verde, empresa com foco no turismo de experiência, em parceria com agências locais e outras operadoras, que vão distribuir o produto para todo o Brasil e América do Sul.

Entre quinta-feira (4) e sábado (6 de janeiro), no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira, em Canasvieiras, o 2º Floripa Beer Festival ofereceu a um público estimado pelos organizadores em mais de 5 mil pessoas mais de 120 rótulos, de 33 cervejarias catarinenses e duas gaúchas.

O evento reservou espaço ainda para a comercialização de pequenas doses dos tradicionais e premiados espumantes e vinhos de altitude da vinícola Panceri, além das 15 cachaças premiadas no Concurso da Expocachaça 2017, evento em que as bebidas catarinenses levaram o maior número de medalhas.

Na gastronomia, além das diversas opções na praça da alimentação, o festival teve a participação especial do Chef Leno Durrevald, da Trattoria Gastronomia Styllus, e do Chef Daniel Paiva, do curso de gastronomia do SENAC. Também esteve presente o Science of Beer Institute, instituição de ensino com sede em Florianópolis, que promove cursos voltados ao mercado cervejeiro em todo o país e também em outros países da América do Sul.

Durante os três dias, a animação ficou por conta das bandas Swing Manero, Tonel e Negahalls, Os Capos (Máfia SA), Banda Billbird e Banda Cavalinho, a mais tradicional da Oktoberfest de Blumenau. Para as crianças, foi reservado um amplo espaço com brinquedos.