Cervejeiro caseiro brasileiro busca medalha inédita nos EUA

Duas cervejas criadas por Doug Merlo estão nas finais da National Homebrew Competition

Doug Merlo, mixologista, sommelier de cervejas, professor e empreendedor, é um homebrewer multipremiado (Foto: Divulgação)

Doug Merlo, mixologista, sommelier de cervejas, professor e empreendedor, é um homebrewer multipremiado (Foto: Divulgação)

Um dos mais talentosos cervejeiros caseiros do país, o catarinense Doug Merlo tem a chance de um feito internacional inédito para um brasileiro. Duas cervejas por ele criadas passaram para as finais da National Homebrew Competition (NHC). A disputa, realizada todo ano nos EUA, é o maior, mais importante e concorrido concurso de homebrewing do mundo.

No concurso, organizado pela American Homebrew Association, são cerca de 9 mil cervejas concorrendo na primeira fase. Somente 1,5 mil passam para a fase final, a ser disputada em julho. Para se ter uma ideia, o concurso nacional dos caseiros no Brasil costuma ter em torno de 800 receitas concorrendo.

Doug inscreveu apenas duas receitas, e teve aproveitamento de 100%. Foi uma Berliner Weisse e uma Imperial Stout com Café da Blumenau Coffee Roasters, uma microtorrefação sua (esta medalha é dividida com o amigo Diogo Zanella). Na primeira fase, a avaliação das amostras ocorreu em Minneapolis, no estado de Minnesota. As duas cervejas receberam medalhas (ambas de prata) e passaram para as finais. Doug terá de enviar as cervejas novamente para concorrer na fase decisiva. Se nas finais, em julho, ganhar uma medalha, será o primeiro brasileiro a conseguir esse feito.

Duas medalhas já foram conquistadas na primeira fase (Foto: Divulgação)

Mixologista, sommelier de cervejas, professor e empreendedor, Doug Merlo também compartilhou o seu talento em algumas receitas adotadas por cervejarias estabelecidas, como o caso da Schornstein Witbier, receita campeã no Concurso Nacional de Cervejas 2014, e com a Barleywine que desenvolveu para a cervejaria Leopoldina e conquistou medalha de ouro no Concurso Brasileiro de Cervejas, em Blumenau, neste ano.

Mais recentemente ele também passou a se dedicar a outra bebida que desperta paixão no Brasil, o café, com a abertura da Blumenau Coffee Roasters. Mas a ligação com a cerveja é tão intensa, que durante o Festival Brasileiro da Cerveja, neste ano, a empresa lançou uma colaborativa com a Maniba, de Novo Hamburgo (RS), uma cerveja com adição de lactose, doce de leite e café, uma Imperial Pastry Coffee Stout.

Doug Merlo em sua atividade como homebrewer (Foto: Divulgação)

Doug Merlo em sua atividade como homebrewer (Foto: Divulgação)

Doug Merlo em ação entre panelas destinadas à produção de cerveja (Foto: Divulgação)

Doug Merlo em ação entre panelas destinadas à produção de cerveja (Foto: Divulgação)