Restaurante Gambrinus lança cerveja

O rótulo comemora os 130 anos do restaurante de Porto Alegre/RS

Para acompanhar os principais pratos da casa, restaurante lança seis estilos de cerveja (Foto: Divulgação)

Para acompanhar os principais pratos da casa, restaurante lança seis estilos de cerveja (Foto: Divulgação)

Para comemorar o aniversário de 130 anos, o Restaurante Gambrinus, tradicional no Mercado Público de Porto Alegre (RS), lança seis estilos de cerveja. A produção ocorre em parceria com a cervejaria Al Capone, também da capital gaúcha.

São oferecidos ao público com o rótulo Gambrinus: Premium Lager, Weiss, Witbier, Red, Pale Ale e Ipa, além do chope, também, Premium Lager. Os estilos foram pensados para acompanhar os principais pratos da casa.

De acordo com João Alberto Cruz de Melo, proprietário do restaurante, a ideia de oferecer um produto artesanal e diferenciado surgiu depois de identificarem a necessidade de terem um novo produto no cardápio.

“Pensando em expandir nossa oferta, vimos que a cerveja e o chope seriam itens que fariam a diferença para o nosso público. Dessa forma, buscamos identificar os tipos que mais agradam e fomos atrás de uma maneira de produzi-los aqui na Capital mesmo”, conta. Melo revela que para homenagear os 130 anos de fundação, será lançado, ao longo de 2019, um rótulo comemorativo à data.

Por mês, são vendidas 150 garrafas (600ml) de cerveja Gambrinus, sendo que a Ipa. Em relação ao chope, são comercializados 100 litros semanalmente.

Rafael Rodriguez, sócio fundador da Al Capone, destaca a proximidade da fábrica com o restaurante:

“O frescor da cerveja, que sai direto da fábrica e percorre apenas seis quilômetros até o Mercado Público. Tanto que a união com o Gambrinus está sendo um sucesso e foi muito celebrada pelos clientes”, revela.

Curiosidade

Gambrinus também é uma marca de cerveja da República Checa, surgida em 1869 e comercializada até os dias atuais. Seu nome origina-se de Gambrinus, ou Jan Primus, considerado o santo secular da cerveja.

A cervejaria divide a maltaria, as dependências de filtragem e algumas linhas de produção com a Pilsner Urquell, embora as salas de brassagem sejam separadas, o que torna possível argumentar que as fábricas são independentes (Fonte: Guia ilustrado da cerveja Zahar).