Usina Schornstein prevê mais 4 cervejas em 2019

Projeto integra a cervejaria Schornstein e os alunos da Escola Superior de Cerveja e Malte

Entre as primeiras cervejas da Usina Schornstein, figura até vencedora de prêmio internacional (Foto: Divulgação)

Entre as primeiras cervejas da Usina Schornstein, figura até vencedora de prêmio internacional (Foto: Divulgação)

Depois do lançamento de quatro latas com receitas criadas pelos estudantes e produzidas na fábrica - uma delas que conquistou medalha internacional -, a Usina Schornstein planeja contar com mais quatro estilos em 2019. Dois ainda no primeiro semestre. O programa é uma parceria entre a marca de Pomerode (SC) e a Escola Superior de Cerveja e Malte (ESCM).

O projeto é uma oportunidade para quem opta por cursar a capacitação em Mestre Cervejeiro na ESCM. No ano passado, foram lançados quatro rótulos pela metodologia: Session IPA, Catharina Sour, Munich Dunkel e Belgian Blonde Ale. Todas em latas de 473ml. A cada lote produzido, um valor foi repassado para a ESCM, que reverteu o montante em bolsas de estudos.

Além de ser a mais vendida entre as quatro, a Catharina Sour Cupuaçu trouxe um prêmio internacional para o projeto: a prata na Copa Cervezas de America.

Para o diretor da cervejaria, Adilson Altrão, a junção entre inovação e qualidade dos rótulos apresentados trouxe o êxito para a Usina Schornstein:

“As cervejas refletem todo o processo. Desde a definição do estilo, passando pelos aprendizados dos alunos e pela nossa dedicação em trazer características de produção para aquelas bebidas. A Usina Schornstein é um ciclo virtuoso onde ganham os estudantes, ganhamos como marca e ganha o mercado, com boas cervejas e profissionais que tiveram essa vivência.”

Carlo Bressiani, diretor da ESCM, destaca que a colaboração entre a indústria e a academia faz parte da formação de profissionais ainda mais completos:

“Estamos na sétima turma do curso de Mestre Cervejeiro e todas tem um aproveitamento do mercado muito bom. Em 2018, quando o Usina Schornstein começou, tivemos um reforço que certamente vai trazer benefícios também para os alunos em 2019.”