Krug Bier lança rótulos em lata

Nova embalagem começa a chegar aos pontos de venda da marca mineira em fevereiro

Entre as primeiras imagens da Krug em lata, está a da IPA Rancor  (Foto: Divulgação)

Entre as primeiras imagens da Krug em lata, está a da IPA Rancor (Foto: Divulgação)

A partir de fevereiro, a Krug Bier oferece quatro dos seus melhores rótulos em formato lata de 473 ml. Um dos destaques é a Krug Dry Stout, lançada apenas em formato chope em novembro de 2018. Outras duas opções disponíveis no novo formato são membros da Linha Expressionista: Rancor e Ignorância. A Krug 20 também volta a ser oferecida em lata.

Antes a Krug Dry Stout era oferecida apenas em chope (Foto: Divulgação)

Antes a Krug Dry Stout era oferecida apenas em chope (Foto: Divulgação)

A Krug Dry Stout é uma receita tradicional com 4,4% de teor alcoólico e amargor de 30 IBUs, mas com presença de nitrogênio, o que possibilita a formação de uma bela e farta espuma, tornando a degustação ainda mais prazerosa.

A Rancor é uma cerveja do estilo India Pale Ale com notas florais que a tornam refrescante, mas com um amargor se acentua à medida que é degustada. Seu teor alcoólico é de 5,2% e o amargor de 55 IBUs.

Já a Ignorância é uma American Double IPA com 10% de teor alcoólico e 70 IBU. Sua coloração é âmbar escuro e apresenta corpo médio com fortes notas de malte. Sua receita leva seis diferentes lúpulos, sendo dois europeus, dois americanos e dois vindos diretamente da Oceania, sendo que os últimos quatro são utilizados no dry hopping.

A Krug 20 é um rótulo comemorativo (Foto: Divulgação)

A Krug 20 é um rótulo comemorativo (Foto: Divulgação)

A Krug 20 foi lançada originalmente neste formato para comemorar os 20 anos da cervejaria (comemorados em 2017) e depois passou a ser vendida em garrafas de 600 ml. A Krug 20 é uma International Lager, baseada no primeiro rótulo criado pela Krug, mas com uma pegada mais moderna. Possui o mesmo processo e padrões de produção, com acréscimo do aromático lúpulo Motueka, da Nova Zelândia.

A Krug Bier abriu as portas no bairro Belvedere, em Belo Horizonte, em setembro de 1997, com receitas tradicionais austríacas e total respeito às leis de pureza da Baviera. Era a primeira cervejaria artesanal de Minas Gerais e apresentava um produto novo e ainda desconhecido pelo público.

Desde então, a empresa cresceu, se desenvolveu, mudou de endereço para o Jardim Canadá (Nova Lima) e também criou produtos diferenciados para os paladares mais exigentes como a linha Áustria (com sete rótulos), a linha Expressionista (com oito rótulos) e a linha Rock (Skank Pilsen, Skank Altbier e Tianastácia – Golden Ale), além da 1599 e a Midsummer Night’s Dream e dos chopes