Medalha dá as boas-vindas à Falke Peregrinus

O mais recente lançamento da mineira Falke ganhou prata na Copa Cervezas de America

A cerveja é uma APA refrescante, aromática e com corpo leve. A receita combina lúpulos Mosaic e Equinox, aromáticos (Foto: Divulgação)

A cerveja é uma APA refrescante, aromática e com corpo leve. A receita combina lúpulos Mosaic e Equinox, aromáticos (Foto: Divulgação)

Uma das mais respeitadas cervejarias artesanais mineiras, a Falke Bier comemora a primeira medalha de sua Falke Peregrinus. O mais recente lançamento da marca ganhou a prata na categoria American Pale Ale (APA) na Copa Cervezas de America 2018, realizada em Santiago (Chile).

A receita da Falke Peregrinus foi desenvolvida por Max Falcone, filho de Marco Falcone, proprietário e cervejeiro responsável pela Falke Bier. A cerveja é uma APA refrescante, aromática e com corpo leve. A receita combina lúpulos Mosaic e Equinox, aromáticos, conferindo à cerveja notas de frutas cítricas, de casca de limão, lima, menta, maçã e mirtilo. Seu amargor é moderado e mais equilibrado, o teor alcoólico é de 5,4% e seu índice de amargor (IBU) é 34.

A inspiração para o nome é uma espécie de falcão chamado Falcão-peregrino (falco peregrinus), o que também remete a uma longa viagem que o jovem cervejeiro realizou anos atrás, com o irmão, Tiago Falcone, partindo de bicicleta da Itália, atravessando a Alemanha, Bélgica e chegando na Inglaterra, tendo visitado inúmeras cervejarias, maltearias e fazendas de lúpulo no caminho.