Cervejarias gaúchas brilham no Brasileiro

Uma de cada quatro medalhas foi conquistada por cervejas de marcas do RS

A exemplo de 2015 e 2016, a Tupiniquim é a cervejaria com mais medalhas (Foto: Divulgação)

A exemplo de 2015 e 2016, a Tupiniquim é a cervejaria com mais medalhas (Foto: Divulgação)

Um dos principais polos de cerveja artesanal no Brasil, o Rio Grande do Sul reafirmou essa vocação no Concurso Brasileiro de Cervejas 2017. Além de ter a Tupiniquim, de Porto Alegre, tricampeã como cervejaria do ano, o estado foi o que concentrou o maior número de medalhas (58), entre as 256 distribuídas. Em 2017, a geografia da premiação segue uma lógica sulina: em segundo lugar fica Santa Catarina (51 medalhas), em terceiro Paraná (47) e em quarto São Paulo (46). Depois, vêm Rio (21), Minas (20), Pernambuco (4), Pará (3), Goiás e Mato Grosso (2) e Espírito Santo e Mato Grosso do Sul (1).

Entre as marcas gaúchas, chama a atenção o polo do bairro Anchieta, o metro quadrado mais dourado do mercado de cerveja artesanal no Brasil. Além da Tupiniquim, dali também foram premiadas na edição 2017 do concurso a Babel, a Seasons e a Baldhead. Além delas, cervejarias de outros pontos do Rio Grande do Sul foram premiadas.

Cerimônia ocorreu na noite de terça-feira, 7, véspera da abertura do Festival Brasileiro da Cerveja (Foto: Daniel Zimmermann/Divulgação) 

Cerimônia ocorreu na noite de terça-feira, 7, véspera da abertura do Festival Brasileiro da Cerveja (Foto: Daniel Zimmermann/Divulgação) 

Em segundo lugar entre os estados mais premiados, Santa Catarina somou oito ouros, 22 pratas e 21 bronzes. A Lohn Bier, de Lauro Müller, foi a catarinense que levou o maior número de ouros, com dois: Carvoeira Wood Aged e Trippel. Também levaram medalhas douradas Antídoto Cervejaria, Armada Cervejeira, Bierland, Bierbaum, Schornstein e Das Bier. Cerveja Blumenau e Bierbaum empataram com o maior número de medalhas: cinco cada uma.

O presidente da Associação das Cervejarias Artesanais de Santa Catarina (Acasc), Carlo Lapolli, destaca:

"Temos premiadas com mais de 10 anos e outras que foram lançadas no último mês. Isso mostra que as marcas locais trabalham para manter qualidade e, ao mesmo tempo, o mercado está inovando não só com novas cervejarias, mas também com as mais antigas lançando novos produtos e conceitos."

Santa Catarina tem mais de 50 marcas de cerveja que, juntas, produzem mais de 1 milhão de litros por mês de acordo com uma pesquisa da entidade. De 2013 para 2016, o número de marcas triplicou.

cervejas-premiadas