Design de rótulo

5 dicas para um bom rótulo de cerveja

Para fazer um bom design do rótulo da cerveja artesanal, estes cinco passos são decisivos

1 - INFORMAÇÃO

Design elaborado pela Agência Alvo, de Vinícius Ferreira (Foto: Divulgação)

Design elaborado pela Agência Alvo, de Vinícius Ferreira (Foto: Divulgação)

Informar no rótulo não apenas os dados básicos como nome da cerveja, estilo da cerveja, quantidade de mL, porcentagem alcoólica, até detalhes mais específicos como copos ideais para consumo, harmonizações indicadas. Quem tem a tarefa de produzir o rótulo precisa conhecer a fundo o produto.

Saiba mais ao clicar aqui.


2 - LEGISLAÇÃO

Design elaborado pela Agência Alvo, de Vinícius Ferreira (Foto: Divulgação)

Design elaborado pela Agência Alvo, de Vinícius Ferreira (Foto: Divulgação)

Seguir as normas do MAPA e da ANVISA, além do Regulamento do INMETRO, que estabelece a forma de expressar a indicação quantitativa do conteúdo líquido dos produtos. Na arte da frente rótulo, é obrigatório conter o teor alcoólico e a quantidade do produto, por exemplo.

Saiba mais ao clicar aqui.


3 - CORES

Design elaborado pela Agência Alvo, de Vinícius Ferreira (Foto: Divulgação)

Design elaborado pela Agência Alvo, de Vinícius Ferreira (Foto: Divulgação)

As cores são responsáveis pelo impacto entre os consumidores. A harmonia é fundamental na composição visual do rótulo. Quer saber mais sobre a escolha das cores? Clique aqui. Para quem gosta de literatura, recomendo o livro Psicodinâmica das cores em comunicação, de Modesto Farina.


4 - IMAGENS

Design elaborado pela Agência Alvo, de Vinícius Ferreira (Foto: Divulgação)

Design elaborado pela Agência Alvo, de Vinícius Ferreira (Foto: Divulgação)

O rótulo é uma experiência visual que seu consumidor terá com sua cerveja. A compra do seu rótulo começa pelos olhos. Por isso imagens completares, assim como as cores vivas, são decisivas. Para saber mais sobre como equilibrar os elementos na imagem, clique aqui.


5 - A ESCOLHA DAS LETRAS

Assim como as cores e a imagem, a escolha da tipografia diz muito sobre sua cerveja. São mais de 170 mil tipos de fontes esperando para descrever a sua cervejaria. As letras serifadas costumam ser mais legíveis. A serifa no fim de cada letra também costuma dar um toque mais clássico. Já as letras não serifadas tendem a dar um ar mais moderno e sofisticado. Seja qual for a sua escolha, dê preferência a letras de uma mesma família (tipográfica).

design-de-cerveja

Na tipografia, as serifas são os pequenos traços e prolongamentos que ocorrem no fim das hastes das letras. As famílias tipográficas sem serifas são conhecidas como sans-serif (do francês "sem serifa"), também chamadas grotescas (de francês grotesque ou do alemão grotesk). A classificação dos tipos serifados e não-serifados é considerado o principal sistema de diferenciação de letras.

Quer saber mais sobre a escolha das letras? Clique aqui.

Postagens mais antigas