Dicas para criar um bom rótulo de cerveja

Conheça o público para gerar empatia, use tipografia de boa leitura e siga uma regra para equilibrar a imagem

Design-de-cerveja

Sobre o rótulo de cerveja, já vimos sua importância, o layout das cores, tipos de adesivos e uma impressão de qualidade. Chegou a hora de compartilhar algumas dicas imprescindíveis para uma boa criação do rótulo de cerveja.

Nosso rótulo tem de ter uma empatia comunicacional, ganhar a simpatia do público. Por isso é indispensável conhecer o público e o produto. Sempre adequar tecnologia, aplicação e custo nos rótulos − como já escrevemos aqui, não adianta uma ideia futurista se a impressão é inviável ou com um custo alto. Uma dica muito importante é a tipografia (fonte) utilizada. É fundamental que ofereça uma boa leitura, assim como o uso das cores precisa ser adequado. Nada muito poluído, mas chamativo.

Para a criação de um bom rótulo, temos de pensar em formatos adequados (faca), nada de muito complexo que deixa inviável a impressão do rótulo ou com os custos elevados. Uma boa criação tem de seguir o design da garrafa e a identidade da cervejaria, sempre priorizando os dados fundamentais e obrigatórios por lei. Sempre deixe sua personalidade na criação do rótulo sem fugir da personalidade da cervejaria.

Ao criar um rótulo, utilizamos uma regra básica na fotografia: a dos terços. Para utilizá-la, deve-se dividir a fotografia em 9 quadrados (ou retângulos), traçando 2 linhas horizontais e 2 linhas verticais imaginárias e posicionando nos pontos de cruzamento o assunto a ser destacado. Dessa forma, obtém-se uma foto equilibrada. O mesmo se aplica a um rótulo de cerveja.

Confira o passo a passo na ilustração deste post.

OS POSTS + RECENTES