Mestre cervejeiro global da Heineken revela "o que há por trás da estrela"

A diferença da cerveja em lata ou garrafa, os segredos da receita, e outras perguntas foram feitas a Willem (Foto: Divulgação)

A diferença da cerveja em lata ou garrafa, os segredos da receita, e outras perguntas foram feitas a Willem (Foto: Divulgação)

Willem van Waesberghe tira dúvidas sobre a cerveja, em mesa redonda em São Paulo

Como parte da campanha global “There’s more behind the star”, a Heineken trouxe ao Brasil seu mestre-cervejeiro global, Willem van Waesberghe. Em bate-papo com os experts Kathia Zanatta e Alfredo Ferreira, ambos sócios e fundadores do Instituto da Cerveja Brasil, em São Paulo (SP), Willem respondeu a perguntas e revelou um pouco da magia "por trás da estrela", como referido no slogan (nos filmes da campanha, lançada em mais de 40 países e estreada no Brasil no dia 13 de junho, ele contracena com o astro de Hollywood Benicio Del Toro). Confira abaixo algumas das respostas.

 
 

O tema central da mesa-redonda são os diferenciais Heineken que fazem a lager Premium ser reconhecida internacionalmente por sua qualidade. Esses diferenciais envolvem a receita original e tradicional de 142 anos que leva apenas três ingredientes – água, malte e lúpulo – e a exclusiva levedura A, que só Heineken tem, tempo de maturação de 28 dias e processo especial de fermentação em tanques horizontais, que atingem pressão ideal para a levedura da receita. Além de qualidade de produto, o debate abordou também tendências de mercado global.

O mestre-cervejeiro formado em Geologia – ele era fascinado por dinossauros – foi influenciado pelo pai, também cervejeiro, de quem herdou a paixão pela cerveja. Foi da sua família para a família Heineken, onde já trabalha há 20 anos. A seguir, as principais questões, com pergunta e resposta:

Cerveja na lata ou na garrafa?

Willem: Não faz diferença! As duas embalagens conservam a cerveja de maneira adequada. Algumas pessoas sentem o gosto metálico da lata, o que pode interferir no sabor do líquido, mas isso não é comum.

Água

O sabor da cerveja muda de acordo com as características da água de cada país?

Willem: Não, uma vez que a água é tratada e purificada. Não houvesse esse tratamento, essa diferença realmente existiria.

A receita

É verdade que a Heineken mantém sua receita original de 142 anos?

Willem: Sim, é verdade. De uma pequena cervejaria para a atual presença global, uma coisa nunca muda - a receita original de Heineken. Os nossos Mestres Cervejeiros trabalham todos os dias para garantir que a qualidade da nossa cerveja continue sempre a mesma. E no Brasil isso não é diferente! Assim como os outros 191 países onde Heineken está presente, o Brasil também deve enviar amostras da cerveja para Amsterdã, todos os meses.

Os ingredientes

Só com 3 ingredientes?

Willem: Somente três! Água, malte e lúpulo. E o toque da exclusiva levedura A.

O principal

Qual o principal ingrediente na cerveja Heineken que torna a bebida diferente de qualquer outra?

Willem: A levedura A, que não existe em nenhuma outra cerveja no mundo. Desde sua descoberta, ela tem sido a chave para o equilíbrio no sabor característico de Heineken.

Os diferenciais

Quais são os diferenciais da cerveja Heineken?

Willem: Heineken é sinônimo de paixão pela qualidade. Ela é diferente das outras cervejas porque leva apenas três ingredientes, todos 100% naturais, e passa por um processo bastante específico de produção. A fabricação de Heineken leva 28 dias e é feita em tanques horizontais, o que torna a pressão ideal para a nossa exclusiva “levedura A”, descoberta no século 9 e usada até hoje para garantir uma cerveja balanceada e refrescante.

Inspiração

Quem o inspira no mundo cervejeiro?

Willem: Sam Calagione, da DogFish Head, é um deles. Também admiro a proposta da Mikkeller, uma microcervejaria dinamarquesa, que recebe e produz receitas de outros cervejeiros.

Dica

Qual sua dica para quem quer ser um mestre-cervejeiro?

Willem: Antes de tudo é preciso aprender a relação entre matérias primas, ingredientes, processos de produção e sabores. Isso não se aprende em livros, é preciso praticar. Ser curioso e ter um perfil Hands on é fundamental.

As artesanais

As artesanais são uma ameaça para as grandes indústrias?

Willem: Definitivamente não! O crescimento das artesanais mostra um amadurecimento do mercado consumidor, as pessoas querem, cada vez mais, saber o que estão bebendo, querem saber sobre origem de ingredientes e qualidade. Esse movimento favorece cervejarias como a Heineken que produz produtos de qualidade e que dá ouvido aos seus consumidores.

O bate-papo completo pode ser acessado na fanpage da Heineken no Facebook, por este link. O evento foi transmitido ao vivo na fanpage, e Willem respondeu a perguntas da plateia e dos consumidores pela internet.