Plástico descartado é reaproveitado como suporte de bebida

Vídeo mostra o processo de produção da PakTech, abastecido por 100% de material reciclado

O supervisor de Sustentabilidade, Gary Panknin, explica o processo de fabricação (Foto: Reprodução)

O supervisor de Sustentabilidade, Gary Panknin, explica o processo de fabricação (Foto: Reprodução)

Suporte fixa o pack (Foto: Divulgação)

Suporte fixa o pack (Foto: Divulgação)

Em suas instalações em Eugene, no Oregon, a empresa PakTech desenvolveu um negócio baseado na sustentabilidade, e que está expandindo para outros países, incluindo o Brasil. Toda matéria que utiliza em sua produção vem da reciclagem, e com ela propõe a cervejarias e consumidores o reaproveitamento do plástico, na forma de suportes para conduzir bebidas (principalmente cerveja, mas também outras). Em um vídeo de 1min48s que a empresa recentemente publicou no YouTube (PakTech's Recycling Story, ou a “A história de Reciclagem da PakTech”), o supervisor de Sustentabilidade, Gary Panknin, explica o processo de fabricação.

Os suportes são 100% vindos da reciclagem e 100% recicláveis, ou seja, é um ciclo de reaproveitamento infinito. São feitos de embalagens de leite, de suco e de outros tipos, vindos da coleta de rua e de outras fontes. O material é reprocessado e transferidos para as instalações da PakTech, onde é fatiado em camadas e transformado em suportes.

As alças só utilizam materiais reciclados pós-consumo HDPE (polietileno de alta densidade), por suas características de versatilidade e durabilidade, que permitem um desempenho que atenda às demandas dos consumidores.

Depois da venda, a empresa mobiliza esforços para recolher essas alças, quando eventualmente descartadas, para que retornem ao processo de produção. Em conjunto com cervejarias, a PakTech tem instalado pontos de descarte de suportes já utilizados, para que sejam recolocados no processo.

O reuso é uma obsessão (Foto: Divulgação)

O reuso é uma obsessão (Foto: Divulgação)

Desde 2012, até o levantamento mais recente, a empresa reaproveitou 370.719.839 garrafas de leite. Isso significa quase 23 milhões de quilos de plástico fora dos aterros sanitários e dos mares e pelo menos oito hectares de terra poupados do destino de acomodar lixo.

“Os suportes da PakTech são a segunda vida de plásticos. Mas temos a chance de que tenham ainda uma terceira vida, e assim por diante. Usamos 100% de plástico reciclado pós-consumo. É extremamente importante para nós o fato que estamos fazendo a coisa certa para o meio ambiente e para as comunidades”, conclui Gary Panknin.

Para assistir ao vídeo (em inglês), clique na imagem abaixo.