Backer festeja o título de Cervejaria do Ano

Mineira foi o destaque na categoria de grande porte no Concurso Brasileiro de Cervejas

Paula Lebbos, diretora de marketing, Sandro Duarte, mestre-cervejeiro, e mais à direita Halim Lebbos, proprietário da Backer, e Priscila Collares, embaixadora, comemoram o título de Cervejaria do Ano, no Concurso Brasileiro de Cervejas 2019, em Blumenau (Foto: Daniel Zimmermann/Divulgação)

Paula Lebbos, diretora de marketing, Sandro Duarte, mestre-cervejeiro, e mais à direita Halim Lebbos, proprietário da Backer, e Priscila Collares, embaixadora, comemoram o título de Cervejaria do Ano, no Concurso Brasileiro de Cervejas 2019, em Blumenau (Foto: Daniel Zimmermann/Divulgação)

Uma das mais premiadas cervejarias independentes do Brasil, a Backer começou o cronograma de competições em 2019 com uma façanha. Voltou do Concurso Brasileiro de Cervejas em Blumenau com o título de Cervejaria do Ano na categoria das fabricantes de grande porte. Conquistou seis medalhas no concurso.

A marca de Belo Horizonte (MG), fundada em 1998, ganhou ouro com a Buick 49 na categoria Other Strong Ale or Lager e prata com os rótulos para a Julieta (categoria Belgian-Style Fruit Beer) e Reserva Cherry (categoria Wood- and Barrel-Aged Pale to Amber Beer) e três bronzes: Cabral (categoria British-Style Barley Wine Ale), Bernardynskie (categoria Historical Beer) e Reserva do Proprietário 2015 (categoria Wood-and Barrel-Aged Sour Beer). Dessas, a Reserva Cherry, Buick 49 e Bernardynskie são lançamentos. A marca levou 13 novas cervejas sazonais para Santa Catarina em 2019.

Nas palavras da equipe, a Backer sempre voltou de Blumenau com prêmios importantes, mas dessa vez "a emoção foi demais". Segundo Paula Lebbos, diretora de marketing da Cervejaria Backer, ser eleita a melhor do país traz uma sensação indescritível:

"Essa conquista pra nós foi diferente. Cada medalha a gente comemora bastante, mas essa foi demais. Participamos do Festival desde seu primeiros passos, quando havia apenas trinta participantes. Não ocupava meio pavilhão. Agora já são dois galpões repletos de cervejarias com muita qualidade, que a cada ano enviam amostras de seus rótulos cada vez mais qualificadas. Ser eleita a melhor cervejaria nesse contexto de evolução permanente da nossa concorrência é gratificante. Eu nem acreditei quando fomos chamados para receber o prêmio como a melhor cervejaria do país. Foi uma grande emoção que nem coube em meu coração. Vamos fazer uma programação especial para celebrar esse prêmio em 2019."

Sobre como a Backer conseguiu esse êxito, Paula Lebbos diz que esse sucesso deve ser atribuído a toda equipe:

"O sucesso depende de muitas pessoas. Ninguém consegue um prêmio como esse sozinho. Temos hoje uma família e todos os que estão envolvidos com a marca Backer são apaixonados pelo que fazem. É uma alegria participar dessa família. Estamos juntos a cada problema, a cada desafio, mas também nas grandes conquistas e nas premiações. Vem muita novidade por ai. Trouxemos treze novos rótulos para Blumenau. São cervejas sazonais que já estão disponíveis no mercado."

Paula Lebbos aproveitou para celebrar o momento do mercado em Minas Gerais:

"Mais uma vez as cervejarias mineiras brilharam em Blumenau. Algumas marcas ganharam várias medalhas. Cervejarias menores, algumas que eu nem conhecia, faturaram prêmios relevantes. Quem ganha com isso é nosso estado. Esse setor nosso tem que ser valorizado. Além da nossa rica cultura gastronômica, cachaças, pão de queijo, queijo e cafés, o momento cervejeiro é maravilhoso."

Novidades premiadas


Reserva Cherry - Feita a partir de blend harmonioso de cervejas com perfil maltado rico e adição de cerejas frescas em barris de carvalho que continham previamente Bourbon. O resultado é uma cerveja com notas maltadas intensas, toques de baunilha, amêndoas, vinho do Porto e Jerez. As notas frutadas de cereja ficam mais evidentes no aftertaste e complementam essa cerveja de muita personalidade e 8% de teor alcoólico. Será lançada em garrafas de 600 ml.

  • Estilo: Wood and Barrel Aged XX Beer
  • Coloração: Cobre com reflexos rubis
  • Teor alcoólico: 8%
  • IBU: 27
  • Temperatura ideal: 10 a 13°C
  • Copo ideal: Snifter, Tulipa

Buick 49 - É originalmente uma English Barleywine que passou por um processo de congelamento para concentração de álcool, corpo e demais características da cerveja de origem. Licorosa e com maturação de 12 meses leva no nome uma homenagem a um dos carros antigos da coleção particular da cervejaria. Extremamente maltada e com agradável calor alcoólico apresenta ainda notas frutadas remetendo a ameixa e uva passas. Seu teor alcoólico elevado (17%) a tornam ideal para acompanhar sobremesas e dias frios.

  • Estilo: Strong Ale/ Experimental Beer
  • Coloração: Avermelhada
  • Teor alcoólico: 17%
  • IBU: 88
  • Temperatura ideal: 10 a 13°C
  • Copo ideal: Snifter, Tulipa

Bernardyńskie (Ber-nar-dinh-skii) - É uma inspiração de uma extinta receita Prussiana do século 19, da cidade de Grodzisk Wielkopolski. Seu nome vem de São Bernardo, o santo patrono dos cervejeiros. Leva malte de trigo defumado em carvalho, centeio e diferentes tipos de maltes de cevada e é fabricada com lúpulos Poloneses selecionados especialmente para essa receita. Uma ale leve, complexa e equilibrada com sutis notas defumadas, intensa acidez leve e um aroma final de frutas vermelhas advindas dos lúpulos utilizados.

  • Estilo: Historical Beer
  • Coloração: Cobre
  • Teor alcoólico: 4,9%
  • IBU: 18
  • Temperatura ideal: 4 a 6°C
  • Copo ideal: Tulipa

Para conferir as fichas de outras cervejas da Backer, clique aqui