Cervejas do Brasil conquistam 5 medalhas na World Beer Cup

Cervejarias brasileiras têm em 2018 seu melhor desempenho no principal concurso do mundo

 Quatro anos depois, os irmãos Carneiro (à dir.) voltam ao palco da World Beer Cup para comemorar mais um ouro para a Wäls (Foto: Divulgação)

Quatro anos depois, os irmãos Carneiro (à dir.) voltam ao palco da World Beer Cup para comemorar mais um ouro para a Wäls (Foto: Divulgação)

Até esta quinta-feira, o Brasil tinha para ostentar apenas uma medalha de ouro em duas décadas de participação no principal concurso cervejeiro do mundo. Na edição passada da World Beer Cup (2016), por exemplo, nenhuma das 169 cervejas inscritas havia tido êxito. A história mudou neste 3 de maio de 2018, na cerimônia de premiação em Nashville, cidade no Tennessee (EUA), onde o esforço de cervejarias brasileiras foi recompensado com cinco medalhas, quase a mesma quantidade que havia acumulado em participações desde 1996. Desta vez, na mesma noite, foram dois ouros (para a Tupiniquim Pecan Imperial Stout e a Wäls Brut ), uma prata (Lohn Bier Carvoeira) e dois bronzes (Leuven Irish Red Ale e a revelação ZOZ #3 Golden).

As cinco medalhas representam uma façanha. O concurso distribuiu no total 302 medalhas, para as quais concorreram 8.234 inscritas, vindas de 2.515 cervejarias, de 66 países. Elas foram submetidas a 295 jurados, de 33 países (72% dos avaliadores fora dos Estados Unidos). As 8,2 mil inscritas representam um aumento de 25% em relação à edição de 2016. De um número possível de 303 medalhas em 101 categorias, 302 foram concedidas. Um ouro ficou vago na category 36, do estilo International Pilsener.

Números

Médias de cervejas por categoria: 82 (13% a mais do que em 2016)

As categorias mais disputadas:

  • 377 inscritas em American-Style India Pale Ale
  • 196 em Imperial India Pale Ale
  • 196 em Wood- and Barrel-Aged Strong Beer
  • 190 em Wood- and Barrel-Aged Strong Stout

Países mais premiados nesta edição:

  • Estados Unidos: 242
  • Canadá: 14
  • Alemanha: 9
  • País com o mais alto índice de premiação: Bélgica (10%)

Confira abaixo a lista de cervejas premiadas em 2018 (ao clicar no nome, confira a ficha de cada cerveja e a lista de prêmios em outros concursos) e, mais abaixo, a lista das outras seis cervejas que já haviam sido premiadas na World Beer Cup desde 1996, entre elas a primeira a levar ouro, a Wäls Dubbel (2014).

OURO

Tupiniquim Pecan Imperial Stout (Tupiniquim, Porto Alegre-RS) - Field Beer

Wäls Brut (Wäls, Belo Horizonte-MG) - Other Belgian-Style Ale

PRATA

Lohn Bier Carvoeira (Lohn Bier, Lauro Müller-SC) - Herb and Spice Beer

BRONZE

Leuven Irish Red Ale (Leuven, Piracicaba-SP) - Irish-Style Red Ale

ZOZ #3 Golden (Brasserie 35, Turuçu-RS) - Other Strong Beer

Confira aqui a lista completa das 302 medalhas conferidas em 2018

As premiadas em edições anteriores

  • OURO - Wäls Dubbel (Wäls) - Belgian-Style Dubbel - 2014
  • PRATA - Wäls Quadruppel (Wäls) - Other Belgian-Style Ale - 2014
  • BRONZE - Eisenbahn Dunkel (Eisenbahn) - German-Style Schwarzbier - 2008
  • PRATA - Antarctica (Antarctica Paulista) - European-Style Pilsener - 1998
  • PRATA - Kronenbier (Antarctica Paulista) - Non-Alcoholic Malt Beverage - 1998
  • BRONZE - Antarctica (Antarctica Paulista) - Dry Lager - 1996