O que muda para a São Paulo Oktoberfest 2018

Em 2018, a festa germânica na capital paulista se realiza entre 28 de setembro e 14 de outubro

 Festa foi realizada no Parque Anhembi, com programação musical diversificada (Foto: Divulgação)

Festa foi realizada no Parque Anhembi, com programação musical diversificada (Foto: Divulgação)

A segunda edição da São Paulo Oktoberfest, a festa alemã que entrou para o calendário oficial da capital paulista, ganha em 2018 uma semana a mais de programação e será realizada entre 28 de setembro e 14 de outubro de 2018. Os ingressos estão à venda no site oficial.

Os novos valores, mais acessíveis do que os do ano passado, são de R$ 49 (meia-entrada: R$ 24,50) durante os dias de semana, e de R$ 65 (meia-entrada: R$ 32,50) aos finais de semana. São cobrados à parte o consumo de bebidas e comidas e a diversão nos brinquedos do Bierpark.

O tíquete para a Biertent (tenda fechada) inclui uma primeira bebida (chope, refrigerante ou água). Com mais dias de diversão – três a mais em relação ao ano passado – os valores normais dos ingressos puderam ser reduzidos para tornar a festa mais acessível a um público ainda maior. Os novos preços das entradas serão informados logo após a venda deste primeiro lote promocional.

O Anhembi será novamente o palco do evento, ambientado ao estilo alemão num espaço de 23 mil metros quadrados divididos entre Biergarten (área aberta), Biertent (tenda fechada), Bierpark (parque de diversões), área das cervejarias artesanais (um dos locais mais frequentados na primeira edição da festa) além de um novo espaço específico para o público frequentador do "after-party". As atrações musicais e culturais serão divulgadas ao longo das próximas semanas.

A 2ª São Paulo Oktoberfest contará com mais de 100 apresentações de bandas típicas alemãs, praticamente o dobro de 2017. Entre as bandas confirmadas que vão agitar a festa com músicas típicas alemãs estão a Banda Cavalinho, Banda do Barril, Bavária Band e a Mr. Beat (ex-Big Up), banda "residente" que empolgou bastante o público da primeira São Paulo Oktoberfest e que novamente irá empolgar todos os dias do evento.

Já estão programadas também mais de 75 opções de cervejas artesanais e mais de 60 opções da saborosa gastronomia germânica. Com isso, o consumo de bebidas e alimentos na festa tende a ser bem superior ao da primeira edição do evento, quando foram consumidos 110 mil litros de chopes e cervejas e mais de 26 toneladas de alimentos. Durante os próximos 3 anos, a Eisenbahn será a cervejaria oficial do evento.

Ein Prosit

Ein Prosit – Essa foi a expressão alemã mais ouvida na Oktoberfest de 2017 em São Paulo e, por isso, entrou para a comunicação oficial da festa. Está estampada no cartaz da edição 2018. Com o significado "um brinde", o termo caiu no gosto dos frequentadores do evento.

 O cartaz oficial de 2018 (Foto: Divulgação)

O cartaz oficial de 2018 (Foto: Divulgação)

Walter Cavalheiro, presidente do evento, explica:

"É um brinde também à alegria, à amizade, ao respeito e à diversão de toda a família. O cartaz destaca a cor verde, que representa a esperança de todos os brasileiros, de todos os alemães e de todos os povos que estará presente nesta edição da Oktoberfest."

Os números

No evento de 2017 foram consumidos 110 mil litros de cerveja (em chope ou garrafa). Mais de 70 rótulos de cerveja estiveram à disposição do público, a maioria artesanais, tornando o espaço das pequenas marcas um dos mais animados. O público consumiu 16 toneladas de pratos típicos dentro da tenda, a Biertent. O joelho de porco, "eisbein", foi o predileto dos participantes, totalizando 4 mil pedidos ao longo da festa. Do lado de fora, no Biergarten, serviu-se 10 toneladas de alimentos, incluindo salsichas assadas, pretzels, hambúrgueres, espetinhos e muito mais.