As cervejas premiadas no Mondial de La Bière Rio 2016

Bäcker Bravo é medalha de platina. Confira as 13 cervejas que ganharam ouro

Cervejas premiads no MBeer Contest Brazil foram anunciadas na segunda do festival no Rio (Foto: Divulgação)

Cervejas premiads no MBeer Contest Brazil foram anunciadas na segunda do festival no Rio (Foto: Divulgação)

Na segunda noite do Mondial de La Bière Rio 2016, nesta quinta-feira, 13, ocorreu a premiação do MBeer Contest Brazil. Dez jurados internacionais e nacionais fazem degustações às cegas dos rótulos que se inscrevem no concurso para avaliar a melhor cerveja do festival. Confira mais abaixo as premiadas, conforme divulgado pela organização do festival.

 
 

Medalha de Platina

Bäcker Bravo (Cervejaria Bäcker, de Belo Horizonte-MG)

Medalha de Ouro

  • Noi Cioccolato (Noi Cervejaria Artesanal, Niterói-RJ)
  • Hopi (Mistura Clássica, Volta Redonda-RJ)
  • Wäls Niobium (Wäls, Belo Horizonte-MG)
  • Hazy (Cervejaria OverHop, Rio-RJ)
  • Wäls Cuvée Carneiro (Wäls, Belo Horizonte-MG)
  • Pazion (Cervejeria Zalaz, Paraisópolis-MG)
  • Darkhop (Cervejaria OverHop, Rio-RJ)
  • Cacau Wee (Bodebrown, Curitiba-PR)
  • #TBT (3Cariocas, Rio-RJ)
  • Wäls Dubbel (Wäls, Belo Horizonte-MG)
  • India White Ale (Three Monkeys Beer, Rio-RJ)
  • Canudos (O Motim, Rio-RJ)
  • Mafia New York (Serra Verde Imperial, Nova Friburgo-RJ)

O júri foi composto pelos brasileiros Gabriel Di Martino (mestre cervejeiro), Daniel Martins (sommelier de cerveja), José Honorato (sommelier de cervejas), Pedro Barcellos Teixeira (sommelier de cervejas), Daniel Wolff (sommelier de cerveja) e Douglas Mendes Merlo (sommelier de cervejas), pelo canadense Alex Ganivet-Boileau (mestre cervejeiro), pelo americano Neill Acer (mestre cervejeiro), pelo italiano Simonmattia Riva (sommelier de cerveja) e pela francesa Élisabeth Pierre (cervejeira especialista independente).