Imaculada produz cerveja com lúpulo plantado no RS

Insumo cultivado em São Francisco de Paula é de variedades americanas

 O nome Harvest Ale se refere ao fato de a cerveja usar lúpulo fresco, logo após a colheita (Foto: Divulgação)

O nome Harvest Ale se refere ao fato de a cerveja usar lúpulo fresco, logo após a colheita (Foto: Divulgação)

Ainda comemorando uma medalha no Concurso Brasileiro de Cervejas 2018, a cervejaria Imaculada, de Caxias do Sul (RS), está envolvida em uma missão especial. Já iniciou a produção da primeira cerveja com lúpulo fresco plantado em São Francisco de Paula (RS). A operação é anunciada por Marcus Gazzola, sócio da cervejaria Imaculada:

“Vamos dar início à produção da primeira cerveja com adição de lúpulo fresco gaúcho no dry hop, a última adição de lúpulo na cerveja, que dá o aroma e define o amargor.”

O lúpulo é plantado no sul do Brasil, mas com características do lúpulo americano, das variedades Cascade e Columbus. A produção da primeira Harvest Ale, denominação dada à cerveja quando é usado o lúpulo logo após a colheita, verde e fresco sem passar por nenhum processo industrial, iniciou-se no dia 22 de março, Dia Mundial da Água, e terá lote inicial para o mês de abril, aproveitando a colheita do lúpulo fresco para descobrir o terroir dos lúpulos da Serra Gaúcha em uma cerveja leve, com adição de flores de lúpulo do início ao fim do processo, inclusive no dry hop.

Em Blumenau (SC), em março, a Imaculada conquistou sua quarta medalha. A Sour Framboesa ganhou bronze, no concurso que reuniu 475 cervejarias e 2.852 rótulos inscritos entre mais de 148 estilos da bebida.

“Nossa cerveja de fruta caiu no gosto de todos. Esse estilo de cerveja é moda no país, e estamos muito contentes da Imaculada Sour já ter iniciado sua produção com esta premiação”, Gazzola comenta.

A framboesa utilizada na fabricação desta cerveja que já faz parte da linha de produtos da cervejaria é plantada no interior de Caxias do Sul (RS), em Vila Seca. A cerveja, com 4,2% de álcool, leva 1kg da fruta a cada 10 litros.

“A cor, o sabor, o aroma e a refrescância dessa cerveja ganham essas características quando adicionamos a fruta na maturação da cerveja, o que a deixa com esse estilo específico com sabor ácido. Optamos pela framboesa na fabricação da nossa Sour por ser uma fruta super aromática, de coloração marcante e por seu teor de acidez natural”, explica Gazzola.