Uma cerveja feita com quem também aprecia destilados

Dádiva Odonata ganha três novas versões em parceria com ícones do segmento de destilados

As três versões da edição limitada da Imperial Stout da cervejaria Dádiva (Foto: Divulgação)

As três versões da edição limitada da Imperial Stout da cervejaria Dádiva (Foto: Divulgação)

Tendo como base uma Russian Imperial Stout, a cerveja sazonal Odonata, da Dádiva, uma das mais respeitadas cervejarias artesanais de São Paulo, ganha três novas versões. É uma edição especial, com a participação de ícones nacionais do segmento de destilados, em uma produção limitada e numerada de 1.000 garrafas. As garrafas rolhadas levam a assinatura de Cesar Adames na versão #4, blendada com malte defumado em folhas de tabaco, de Maurício Porto na versão #5, maturada em Single Malte Scotch, e de Dinah Paula na versão #6, envelhecida em barrica de carvalho francês com cachaça.

Cada uma das três versões de Odonata foi elaborada pelos especialistas convidados da Dádiva para proporcionar novas experiências sensoriais aos apreciadores de cervejas artesanais e destilados. Rolhadas em garrafas de 375 ml, as cervejas têm no rótulo a assinatura de seus coautores.

A versão #4 traz a expertise de Cesar Adames, professor e especialista dos mercados de tabaco e bebidas. Foi ele o primeiro importador de charuto cubano no Brasil e jurado do concurso Habano Sommelier por 10 anos. Sua participação na série Odonata comemora também sua primeira visita a Cuba, há 25 anos. Essa versão da cerveja, envelhecida em barricas de carvalho americano com rum, foi blendada com malte defumado em folha de tabaco cubano de Pinar del Río.

Maurício Porto, apreciador e colecionador de uísque, certificado como especialista pela Wine and Spirit Education Trust de Londres, atualmente comanda o blog "O Cão Engarrafado" e assina o rótulo #5 da série Odonata, envelhecida em barricas de Single Malte Scotch. Essa versão une o sabor adocicado da baunilha e da madeira provenientes das barricas, com notas de chocolate e café da própria cerveja. Há também um certo mel residual nesta versão, bem característico do uísque que fora antes maturado nos barris.

Dinah Paula, médica nutróloga por formação, mas uma apaixonada declarada pela Cachaça, comanda a Cachaçaria Quinta das Castanheiras, de Camanducaia, em Minas Gerais, e assina o rótulo #6 da Odonata. Essa versão foi envelhecida em barricas de carvalho francês por 3 meses, utilizados anteriormente pela cachaçaria, o que imprimiu sabores e aromas únicos na produção.

Cesar Adames, Dinah Paula e Maurício Porto (Foto: Divulgação)

Cesar Adames, Dinah Paula e Maurício Porto (Foto: Divulgação)

O cronograma de lançamento

A nova série Dádiva Odonata 2017 tem corpo robusto, com 12% ABV e 60 IBU. As três versões ganharão quatro eventos oficias de lançamento, sendo o primeiro deles destinado especialmente ao público cervejeiro, no dia 17 de julho, no Empório Alto dos Pinheiros. No dia 18, o evento aos apreciadores de charuto e destilados acontece no Oak, bar localizado dentro do Cateto Pinheiros, sugerindo a apreciação de um bom charuto cubano no parklet do bar, harmonizado com a versão #4.

No dia 19, a versão #5 ganha sofisticação no clima intimista do Admirals Place, local para degustar um bom uísque ou uma cerveja envelhecida com Single Malte. O último evento será realizado no dia 20, celebrando a comida baiana com a versão #6 da Odonata, no restaurante Rota do Acarajé. Haverá nesta data, uma harmonização especial da cerveja com cachaça Quinta das Castanheiras e quitutes elaborados especialmente para a ocasião. Todos os eventos serão abertos ao público e terão início às 19h.

Além dos locais de lançamento, a nova série Odonata estará à venda a partir do dia 18 de julho em pontos selecionados de São Paulo, Belo Horizonte e Curitiba, com preço sugerido de R$ 39.