Cerveja

Mea Culpa leva confessionário ao Festival da Cerveja

Pecados capitais são os temas da marca paulista, que lança a witbier Preguiça

"Padre" define o pecado de cada um, ou melhor, a cerveja a ser degustada (Foto: Divulgação)

"Padre" define o pecado de cada um, ou melhor, a cerveja a ser degustada (Foto: Divulgação)

Em sua primeira participação como expositora no Festival Brasileiro da Cerveja, a cervejaria paulista Mea Culpa tem uma atração inspirada em seu tema principal, os pecados capitais. A marca leva a Blumenau (SC) um confessionário para os visitantes que passarem por seu estande.

A brincadeira começa com uma conversa amigável com um "padre", que define o pecado de cada um - ou melhor, o rótulo a ser degustado. Por seu arrependimento, o visitante recebe um desconto no preço da dose. "Afinal, a ganância também é um pecado", dizem os organizadores.

Da fábrica em Cotia (SP), inaugurada há apenas nove meses, chegam ao evento quatro rótulos da marca, incluindo a Preguiça, nova witbier com camomila e Sorachi Ace. Com o lançamento, estão disponíveis as cervejas:

  • Gula - Medalha de prata no Festival Brasileiro da Cerveja 2015 -, de estilo Blonde Ale (leve, seca, refrescante e com aroma de lúpulos nobres);
  • Vaidade - Uma American Pale Ale de cor dourada (lúpulos aromáticos cítricos);
  • Ira - Imperial IPA (carregada em lúpulos que resultam em uma combinação intensa de amargor, sabor e aroma).