Antídoto passa a produzir na fábrica da Cerveja Blumenau

Parceria permite ampliar a linha da criadora de premiada Imperial Stout com cereja e pimenta

 A Stout Cherry&Pepper, da Antídoto, conquistou ouro no Concurso Brasileiro de Cervejas 2017 (Foto: Divulgação)

A Stout Cherry&Pepper, da Antídoto, conquistou ouro no Concurso Brasileiro de Cervejas 2017 (Foto: Divulgação)

Uma parceria com a Cerveja Blumenau vai ampliar a produção dos rótulos da Cervejaria Antídoto. A criadora da Imperial Stout com cereja e pimenta premiada com a medalha de ouro no Concurso Brasileiro de Cervejas 2017 também terá acréscimos na linha, com lançamentos e experimentais já acertadas para o Festival Brasileiro da Cerveja 2018.

Os fundadores da Antídoto, Cleverson Tambosi (Teddy) e Fabiano Massaneiro (Teco), comemoram o novo momento. De acordo com eles, a produção continua sendo cigana, mas vai ganhar celeridade com a proximidade com a Cerveja Blumenau. Eles destacam que, “além de ser uma das plantas mais inovadoras do país, a marca ainda tem uma expertise de quem está crescendo numa velocidade impressionante”.

Valmir Zanetti, diretor da Cerveja Blumenau, diz que a produção de ciganas faz parte da estratégia da fábrica e que os rótulos da Antídoto representam uma importante soma de conhecimento.

“São cervejas com personalidade, que atingem um público apaixonado. Tem uma história de dedicação e de foco em qualidade. São características que consideramos fundamentais para alianças com o nosso negócio”, comenta.

Hoje a Antídoto tem quatro rótulos: Belgian Dubbel, Rye American Pale Ale, Witbier e Imperial Stout.