Ambev

Confirmado: Wäls agora é da Ambev

Com a compra de parte da cervejaria mineira, gigante estremece o mercado

Em vídeo, o diretor da Bohemia Daniel Wakswaser brinda união com a cervejaria mineira, dos irmãos Tiago e José Felipe Carneiro (Foto: Reprodução)

Em vídeo, o diretor da Bohemia Daniel Wakswaser brinda união com a cervejaria mineira, dos irmãos Tiago e José Felipe Carneiro (Foto: Reprodução)

"As Cervejarias Bohemia e Wäls dão início hoje a um novo momento cervejeiro no Brasil." Essa frase, publicada no site da cervejaria mineira nesta manhã de terça-feira (10), celebra uma novidade de alto impacto no mercado: a gigante Ambev dá um passo estridoso - embora atrasado em relação a grupos como o Brasil Kirin - no universo das cervejas artesanais e especiais no Brasil. Com a união, todos os ativos da Cervejaria Bohemia e seu portfólio (as variantes da família Bohemia) estarão reunidos, em uma nova empresa, com todos os ativos e portfólio de Wäls. A partir de agora, os profissionais das duas companhias trabalharão juntos no desenvolvimento de cervejas especiais de ambas as marcas.

A união foi apresentada em vídeo, pelos diretores Daniel Wakswaser e Ricardo Amorim, da Bohemia, e Tiago e José Felipe, da Wäls. Para comemorar a união, as empresas lançam uma receita exclusiva colaborativa: a Saison d´Alliance – uma cerveja do estilo Saison/Farmhouse Ale com especiarias de sálvia, gengibre e hortelã. A receita foi fermentada com uma cepa de levedura original da região da Valônia, interior da Bélgica. O líquido é leve e macio com aromas herbais, florais e leve condimento. Saison d´Alliance chega ao mercado em março em edição limitada de 2 mil litros, em garrafas arrolhadas de 375 ml.

“Sempre admiramos a Wäls por sua ousadia, pioneirismo e espírito desbravador. Agora, juntos, vamos potencializar as cervejas especiais e fazer o que for melhor e fizer sentido para o consumidor. Estamos falando de sinergia, o que implica na evolução das cervejas especiais com troca de informações, acesso a novas tecnologias e investimentos que potencializarão inovações, produção e distribuição”, afirma Pedro Earp, vice-presidente de markentig da Ambev.

“Esta é a realização de um sonho. Estamos muito felizes com esta parceria com a Ambev. Queremos dividir experiências para levar ao público mais opções e variedade para diversas ocasiões. Vamos transformar os momentos de consumo em experiências únicas com nossas receitas diferenciadas”, comentam Tiago e José Felipe Carneiro, da Wäls.

Com a união, a Wäls terá distribuição para outras regiões do Brasil e contato com uma rede de parceiros globais - para intercâmbio com cervejarias ao redor do mundo, como Bélgica, Alemanha e Estados Unidos. Além do acesso a novas tecnologias e a investimentos que vão potencializar as inovações e possibilitar a fabricação de uma gama maior de rótulos. Hoje, a Wäls faz parte de um grupo econômico com faturamento anual de cerca R$ 69 milhões e produz atualmente 500 hectolitros de cerveja por mês. Já a Cervejaria Bohemia, integrada com o time da Wäls, "potencializará ainda mais suas criações trazendo dinamismo aos processos de inovação". Os valores da transação foram omitidos no anúncio do negócio, sob a alegação de questões contratuais.