Cervejas premiadas brasileiras ganham livro

Guia apresenta ranking com 455 cervejas, de 120 cervejarias, que dividem 1.035 medalhas

Livro está à venda na  www.lojabeerart.com.br (Foto: Ricardo Jaeger/Beer Art)

Livro está à venda na  www.lojabeerart.com.br (Foto: Ricardo Jaeger/Beer Art)

Em plena ascensão, as cervejas artesanais no Brasil conquistam tantas medalhas, que em setembro de 2015 já superaram a marca de 365 no ano. Ou seja, apenas com os prêmios garantidos, sem considerar os ainda por vir, é como se todo dia pelo menos uma cerveja fosse premiada. No conjunto, desde as primeiras conquistas, em 2007, já são 1.035 medalhas, divididas por 455 cervejas, de 120 cervejarias, de 9 estados. Sob esse bombardeio de platinas, ouros, pratas e bronzes, como distinguir os rótulos? Com o propósito de responder a essa pergunta, o jornalista Altair Nobre, editor da Revista Beer Art, elaborou o Guia das Cervejas Premiadas Brasileiras, lançado neste 6 de outubro e disponível para venda na lojabeerart.com. É um guia ilustrado concebido em formato fácil de portar (14,5cm x 20cm, com 192 pgs).

Para se tornar realidade, o projeto recebeu impulso via campanha de financiamento coletivo na plataforma Kickante. Contou com o apoio de leitores que garantiram a compra antecipada do livro e têm o seu exemplar postado nesta terça, 6, quarta, 7, e da Cervejaria Bierland, uma das mais premiadas do Brasil, que colaborou adquirindo uma cota de patrocínio.

Para montar o livro, estruturado na forma de ranking, o jornalista pesquisou todas as edições dos concursos mais relevantes, 12 ao todo, entre nacionais, continentais e internacionais. Tabulou e atualizou os dados em planilhas. Para distinguir o valor da medalha e o grau de dificuldade de cada uma, concebeu uma metodologia com pesos diferentes. Em 2014, o ranking ganhou uma primeira versão online, no endereço revistabeerart.com/cervejas.

"O livro é a ampliação e o aperfeiçoamento dessa iniciativa", explica Altair, que combina a graduação em Jornalismo − tendo trabalhado no jornal Zero Hora, de Porto Alegre (RS), por mais de 20 anos, 5 deles como editor-chefe − com a formação em Sommelier, pelo Instituto da Cerveja Brasil.

O Guia das Cervejas Premiadas Brasileiras foi concebido para servir a todos os participantes da cadeia, desde a fábrica até a mesa:

  • O cervejeiro autor de rótulos premiados tem o fruto de seu trabalho reconhecido.
  • O cervejeiro em fase de aprimoramento ganha parâmetros para o seu aprendizado.
  • O comerciante dispõe de um reforço como argumento de venda.
  • O sommelier conta com um roteiro organizado com características de cervejas bem-sucedidas em seus estilos.
  • O consumidor recebe uma fonte de consulta capaz de ampará-lo em suas escolhas e descobertas.

Ao longo do livro, as cervejas estão ordenadas por uma equação que combina a quantidade, a relevância e, como critério de desempate, a atualidade das medalhas (exemplo: quando duas cervejas têm as mesmas, vem antes a com conquistas mais recentes). Se persiste a igualdade, adota-se a ordem alfabética. Para saber mais sobre os critérios adotados, clique aqui.

Porém, essa classificação é diferente de tabela de futebol. Nenhuma corre o risco de cair para a segunda divisão por estar mais ao final da lista. É um ranking em que todas merecem atenção. Porque muitas dispostas em uma colocação mais distante assim estão apenas porque tiveram pouco tempo para abocanhar prêmios. São estrelas em ascensão.


Serviço

Guia das Cervejas Premiadas Brasileiras
  • O que: Guia das Cervejas Premiadas Brasileiras (formato 14,5 x 20 cm, 192 pgs.)
  • Quem: concepção, pesquisa, redação e edição do jornalista e sommelier Altair Nobre, com planejamento gráfico e diagramação de Vanessa Cardoso, foto de capa de Ricardo Jaeger e prefácio de Marcio Beck
  • Quanto: à venda por R$ 55,00 em lojabeerart.com
 
Características de cada cerveja são indicadas (Foto: Ricardo Jaeger/Beer Art)

Características de cada cerveja são indicadas (Foto: Ricardo Jaeger/Beer Art)

 
Nas páginas finais, índices por estilo e por cervejaria facilitam as comparações (Foto: Ricardo Jaeger/Beer Art)

Nas páginas finais, índices por estilo e por cervejaria facilitam as comparações (Foto: Ricardo Jaeger/Beer Art)