Rota da Cerveja

Cervejarias de Grand Rapids

Confira o roteiro percorrido pela Beer Art no Michigan, destacado na edição 19

Founders, com o lema "Brewed for us", é uma das cervejarias mais expressivas da revolução artesanal americana (Foto: Altair Nobre/Beer Art)

Founders, com o lema "Brewed for us", é uma das cervejarias mais expressivas da revolução artesanal americana (Foto: Altair Nobre/Beer Art)

FOUNDERS

  • 235 Grandville Ave. SW
  • Produção anual: 71 mil barris (8,3 milhões de litros, e crescendo)
  • Cervejas mais conhecidas: Centennial IPA, Dirty Bastard Scotch Ale, Breakfast Stout e KBS

Você conhece uma cerveja tão popular a ponto de cada produção merecer um festival? A KBS, da Founders, merece. Essa Imperial Stout com café e chocolate, maturada durante um ano em barril de carvalho usado para Bourbon, inspira uma concorrida programação anual, chamada KBS Week, que em 2016 ocorreu de 7 a 12 de março, em Grand Rapids.

Avaliada com nota 100 no Rateabeer e com 12,4% de álcool, a KBS é um fenômeno não só etílico, mas também turístico, em uma cidade onde o turismo cervejeiro é crescente. A KBS tem na origem de seu nome o de outra cerveja famosa da Founders, a Breakfast Stout (do polêmico rótulo com a imagem de um bebê comendo a sua aveia de tigela, uma alusão ao estilo Oatmeal Stout). E o K quer dizer Kentucky, local de origem dos barris onde a KBS foi desenvolvida. Diferentemente do que se poderia sugerir, a Breakfast Stout não é a base da outra, embora tenha servido nas primeiras experiências, em 2001.

Quando a KBS começou a ser vendida, por volta de 2003, foi um desafio para a Founders, por ser uma cerveja mais cara (em torno de US$ 5, em uma cidade onde se bebem cervejas excelentes a US$ 1). Até que, em 2005, no Extreme Beer Festival, em Boston, ela conquistou o público, e os pedidos explodiram. Ali a KBS começou a virar o jogo e se tornar uma lenda.

Founders-KBS

É apenas uma das tantas preciosidades de uma cervejaria com uma linha excepcional, na qual o lema é "Brewed for us". Em bom português, os cervejeiros fazem a cerveja que querem beber, e não a receita imposta por pesquisas de marketing. Em quase 20 anos de operação, eles comprovaram que mais gente tem gosto parecido com o deles.


GRAND RAPIDS BREWING CO.

Grand-Rapids-Brewing
  • 1 Ionia Ave SW, Grand Rapids
  • Produção anual: 3,5 mil barris (mais de 410 mil litros)
  • Cerveja mais conhecida: The Grassfields IPA

Fundada em dezembro de 2012, faz uma homenagem à cervejaria original criada em 1892, a partir da fusão de seis cervejarias, mas sufocada pela Lei Seca (1920-1933).


HOP CAT

Hop-Cat
  • 25 Ionia Ave SW
  • Produção anual: 400 barris (47 mil litros)
  • Cerveja mais conhecida: Hoppopatamus IPA

Vizinho da Grand Rapids Brewing, o Hop Cat é um brewpub que, além das boas cervejas, próprias ou de convidados, tem uma decoração interessante, composta inclusive por uma bicicleta pendurada no teto.


VIVANT

  • 925 Cherry St
  • Produção anual: 5 mil barris (587 mil litros)
  • Cervejas mais conhecidas: Farm Hand e Triomphe

Devotada à escola belga, com o lema "Belgian tradition, local mission", a Vivant surpreende também por outros três aspectos. Um deles é seu próprio prédio, que por dentro lembra uma capela. Não é por acaso: no passado, ali havia uma capela funerária. Outra característica interessante é ser uma cervejaria artesanal que prefere latas a garrafas. Um dos principais motivos são as vantagens para o armazenamento do produto, com melhor aproveitamento de espaço, o que é importante para uma cervejaria pequena. E, por último, e o mais importante de todos, é preocupada com a sustentabilidade, não apenas ambiental, mas também a econômica e a relativa à responsabilidade social, a ponto de na própria carta recebida nas mesas publicar as ações realizadas e as metas atingidas.

Vivant

THE MITTEN

Mitten
  • 527 Leonard St NW
  • Produção anual: 600 barris (70, 4 mil litros)
  • Cervejas mais conhecidas: Peanuts and Crackerjack Porter e The Iron Man IPA

Fundada em novembro de 2012, em um prédio histórico restaurado, tem como tema o beisebol, o prato principal são convidativas pizzas e a atuação social é focada no envolvimento da comunidade e em doações de caridade.


HARMONY

Harmony
  • 1551 Lake Dr SE
  • Produção anual: 110 barris (13 mil litros)

Tem influência germânica, mas se sente à vontade no uso de ingredientes excluídos da Lei da Pureza. Um dos exemplos é a Oh Be Joyful, uma cerveja de trigo com suco de cranberry (oxicoco) adicionado ao fermentador.


NEW HOLLAND

New-Holland

Cervejaria: 684 Commerce Court (Cidade: Holland)
Produção anual: 22 mil barris (2,6 milhões de litros)

Pub: 66 East 8th Street
Produção anual: 1 mil barris (117 mil litros)
Cervejas mais conhecidas: Dragon's Milk e Mad Hatter IPA

Fundada em 1997, chama a atenção por suas cervejas maturadas em barril e pela produção de outro tipo de bebida, os destilados. Embora mais recente, a atividade de destilaria já oferece uma linha de produtos quase tão longa como a de cervejas. Tem uísque com lúpulo, uísque de cevada, uísque de centeio, gim, rum, vodca e licor. Assim, a cervejaria explica em seu website:

"Depois de quase uma década de fabricação de cerveja, a destilação foi uma extensão natural para nós. Como estudantes perpétuos de fermentação, a arte de criar álcool, o próximo passo da destilação em um estado mais puro, veio fácil."


PERRIN

Perrin

5910 Comstock Park Dr NW (Cidade: Comstock Park)
Produção anual: 6 mil barris (704 mil litros)
Cervejas mais conhecidas: Golden Ale e IPA

Fundada em 2012, tem instalações organizadas de uma forma que escancara para os clientes do pub a cozinha da cervejaria.


Sobre a Discovering Michigan

Fundada em Grand Rapids por um casal paulista, José Mauro e Nayhara Schwarz, a Discovering Michigan tem um roteiro em que a cerveja é a protagonista, mas as demais atrações também têm seu espaço. Grand Rapids tem atrações turísticas variadas: arte urbana, restaurantes, teatros, museus, campos de golfe, pesca, trilhas e caminhadas, entre outras atrações, a 30 minutos de algumas das mais belas praias do Lago Michigan. O editor da Beer Art, Altair Nobre, fez o roteiro na última semana de janeiro/2016, ao lado de enviados de outros dois portais, Marcelo Ventura (Área H) e Johnnie Lustoza (Destino Cervejeiro). O casal Schwarz e a gerente de relacionamento da Discovering Michigan, Anita Leal, acompanharam os jornalistas durante todo o roteiro e deram um tratamento VIP que prometem para os demais visitantes.

Para saber mais sobre a Discovering Michigan, clique neste link