Rosaria Penz Pacheco

A sommelier, consultora de harmonização e autora do blog "Eu criatura" explica o propósito de mobilizar interessados em serem juízes BJCP

Beer Art 9 - ago/14

Com o intuito de ser o melhor que posso na minha profissão (e sempre acreditei que o estudo me viabilizaria tal conquista), decidi ser uma juíza pela BJCP (Beer Judge Certification Program). Para tanto, conversei com algumas pessoas, inclusive o único BJCP National do Brasil. O proprietário da cervejaria Babel e do pub The Pint, Humberto Frölich, já tem a certificação há algum tempo e participou de um grupo de estudos, como o que estou organizando em Porto Alegre (RS).

Em menos de 24 horas já éramos mais de 40 interessados, prontos para ouvir o que o Humberto tinha a dizer. Na reunião realizada na semana posterior ao lançamento da ideia pelo Facebook, éramos sommeliers, microcervejeiros, homebrewers, donos de bares e apaixonados pela bebida. Para a minha surpresa, ninguém desistiu, mesmo com a carga de estudos informada e, até agora, os interessados só cresceram.

Nascida aqui na capital gaúcha, esta iniciativa também ajudou a fomentar o diálogo sobre o tema em outras partes do Brasil. Recebemos ajuda de outro BJCP, este de São Paulo, que se dispôs a nos encaminhar suas experiências. Pretendo fazer o mesmo, auxiliando quem mais se interessar em outros pontos do país. Estamos na fase de formação dos grupos, feita por meio de uma pesquisa online, com o questionamento de dia, hora, local de preferência para a realização dos encontros. Formados os grupos, será uma reunião mensal durante 10 meses, na qual estudaremos de processo produtivo a estilos de cerveja.

Degustaremos muitos rótulos e faremos uma brassagem – tudo isso para fixar os conceitos. A expectativa é estamos prontos em um ano para a prova. Algumas coisas que entendo interessante ressaltar: este projeto tem muito mais a oferecer no seu decurso que no objetivo final.

A reunião de pessoas interessantes, com tanto para passar, nos engrandece como profissionais e seres humanos. Cria união no setor, troca informações relevantes, além de disseminar a cultura cervejeira. Por fim, gostaria de citar algo muito importante lembrado por Humberto no princípio de nossa reunião: a essência do BJCP não é formar juízes, nem criar estilos de cerveja. O guia é um reflexo daquilo que é produzido pelos cervejeiros artesanais caseiros. Ele parametriza o que é feito empiricamente, e não o contrário.

Rosaria está determinada a se tornar uma juíza BJCP  (Foto: Divulgação)

Rosaria está determinada a se tornar uma juíza BJCP  (Foto: Divulgação)

 
Comment /Source