Cervejaria Molinarius chega ao mercado para seduzir os apaixonados por IPA

Marca cigana que aposta na produção de India Pale Ales abre a linha com a Hoppiness

Design na lata detalha a receita e destaca o moinho que faz referência à origem do nome do cervejeiro e inspira a cervejaria (Foto: Divulgação)

Design na lata detalha a receita e destaca o moinho que faz referência à origem do nome do cervejeiro e inspira a cervejaria (Foto: Divulgação)

Em um mercado em ebulição e com as India Pale Ales tendo um público aficionado, a Cervejaria Molinarius chega com o foco na produção de cervejas lupuladas, especialmente IPA em suas mais variadas versões. No dia 25 de julho, Sérgio Müller, executivo de finanças corporativas e cervejeiro artesanal desde 2011, apresenta em evento no Empório Alto dos Pinheiros o rótulo que inaugura a linha dessa nova marca artesanal, a Hoppiness#1.0.

A razão de ser da Cervejaria Molinarius é, em sinergia com outras cervejarias que já atuam no mercado, contemplar o bebedor de cervejas artesanais com uma experiência sensorial. O criador do projeto, Sérgio, gosta de percorrer entre as variações das India Pale Ale sem se atrelar a definições clássicas de estilos ou a origem dos ingredientes selecionados, mescla lúpulos, leveduras e maltes de diversas origens geográficas, em busca de uma cerveja que chegue às geladeiras e torneiras em sua melhor condição, sempre com surpresas sensoriais.

O nome representa a combinação de amargor, a Hoppiness#1.0 tem perfil sensorial que destaca o cítrico com aroma intenso, assim como a New England IPA, uma contribuição do dry hopping, técnica que infusiona lúpulos na etapa fria do processo. Apresenta corpo médio e intenso sabor de lúpulo, como consequência da sua adição tardia, em diferentes tempos, com o retrogosto levemente seco, assim como uma West Cost IPA. A base complexa de maltes traz equilíbrio como percebido na Midwest IPA. A levedura inglesa utilizada, fermentada a baixa temperatura, aumenta a presença dos óleos essenciais dos lúpulos na cerveja, o que aumenta potência do sabor e aroma, mas mantendo a característica do perfil das leveduras americanas, que tem certa neutralidade.

A Hoppiness#1.0 foi produzida em fábrica na Grande São Paulo. Do volume produzido, 80% chega aos pontos de venda em chope, para ser degustado na hora ou levado para casa em growlers. O restante é comercializado em latas de alumínio, de 473 ml. O latão com arte feita com destaque ao amarelo apresenta informações detalhadas sobre a receita, desde a relação dos principais sais da água cervejeira usada à combinação de maltes, lúpulos e leveduras com todas essas informações descritas na embalagem. Na arte do rótulo, um moinho se torna ícone da cervejaria, uma menção ao sobrenome Müller, que significa, em alemão, o dono do moinho ou aquele que moe o grão, e tem como equivalente em latim, Molinarius - nome que batiza o aromático projeto.

A ligação de Sérgio com a cultura cervejeira vem sendo desenhada há alguns anos. A marca, nascida em 2011, nas panelas do cervejeiro artesanal, no bairro de Pinheiros, se mostra desde a produção caseira preocupada com a excelência em suas produções. O executivo de finanças corporativas conquistou ao longo dos últimos quase dois anos premiações em Concursos Cervejeiros das AcervAs (Estadual e Nacional) e no National Homebrew Competition, competição nacional de cervejas caseiras dos EUA (coordenada pela American Homebrewers Association) participou da semifinal, realizada em San Diego/Califórnia. Em 2017, Sérgio Müller se juntou ao time dos professores da Sinnatrah, cervejaria-escola de São Paulo.


Serviço

  • O quê: lançamento Cervejaria Molinarius - Hoppiness #1.0
  • Quando: 25 de julho, a partir das 19h
  • Onde: Empório Alto dos Pinheiros (Rua Vupubassu, 305, Pinheiros, São Paulo/SP)