A revolução segundo a BrewDog

O primeiro bar da BrewDog fora da Europa, recentemente aberto na capital paulista, tem 22 torneiras de chope (Foto: Raphael Rodrigues)

O primeiro bar da BrewDog fora da Europa, recentemente aberto na capital paulista, tem 22 torneiras de chope (Foto: Raphael Rodrigues)

Por Raphael Rodrigues

São Paulo

Nossa missão cervejeira pelo mundo é oferecer qualidade, nada industrial, nada genérico e nada feito em massa. Tudo é pensado no sabor e no aroma. Oferecemos o half pint como primeira opção de degustação, para que todos possam degustar outros estilos e conhecer a nossa revolução das cervejas artesanais. Educação é nosso foco principal!

Foram com essas palavras que Neil Taylor, responsável pelos bares da BrewDog pelo mundo, começou sua degustação em evento para jornalistas no bar em São Paulo, primeiro fora do continente europeu, no dia 21 de janeiro, terça-feira, quando estávamos lá para evento fechado para jornalistas especializados. A empolgação era nítida entre os presentes.

O bar estava pronto, 22 torneiras de chope ao total, todos frescos graças ao condicionamento refrigerado. Entre as opções, Punk IPA, Hardcore IPA, Abstrakt 14, Jack Hammer, 5AM Saint, Tokyo, Dogma e mais alguns nacionais como o WayDog, feita exclusivamente pela WayBeer, de Pinhais (PR).

No dia seguinte, o bar finalmente abriu suas portas, na Rua dos Coropés, 41, Pinheiros, para o público que desde então pode degustar cervejas com uma qualidade excelente. Viva a revolução da cerveja artesanal!

Novidade no cenário cervejeiro do Brasil, o Bar da BrewDog empolgou na sua apresentação (Foto: Raphael Rodrigues)

Novidade no cenário cervejeiro do Brasil, o Bar da BrewDog empolgou na sua apresentação (Foto: Raphael Rodrigues)