Rota da Cerveja

Petrópolis ganha o título de Capital Estadual da Cerveja

Distinção foi aprovada na Assembleia fluminense à véspera do início da Bauernfest

Realizada em Petrópolis, a Bauernfest é uma das principais festas germânicas do Brasil (Foto: Divulgação)

Realizada em Petrópolis, a Bauernfest é uma das principais festas germânicas do Brasil (Foto: Divulgação)

Na véspera da abertura da 28ª edição da Bauernfest, que começa nesta sexta-feira, 23, a cidade de Petrópolis (RJ) foi reconhecida como a Capital Estadual da Cerveja. O projeto que deu título à cidade foi aprovado por unanimidade em votação na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, na quinta-feira, 22. Com a chancela, o município se consolida cada vez mais no mercado cervejeiro, inclusive no segmento artesanal, na produção e em especial no turismo voltado ao setor. Confira aqui o especial com tudo o que você precisa saber sobre a Bauernfest 2017.

O prefeito Bernardo Rossi destacou:

“Não poderíamos ter recebido notícia melhor na véspera do nosso mais importante evento, a Festa do Colono Alemão. Agradeço aos deputados por reconhecerem mais um dos potenciais que nossa Cidade Imperial tem, dando a ela uma chancela que vai beneficiar o setor cervejeiro, em crescimento na cidade. É um título que agrega também valor ao Turismo voltado para esse segmento, que é muito forte em Petrópolis.”

De autoria dos deputados estaduais Gustavo Tutuca e Marcos Vinícius Neskau, o projeto de lei segue agora para sanção do governador Luiz Fernando Pezão.

“É muito gratificante poder conceder ao município de Petrópolis o título de Capital Estadual da Cerveja. A cidade já possui tradição na produção, tanto industrial quanto artesanal. O título vai proporcionar uma marca oficial que terá utilidade turística e ajudará no crescimento da cidade e no fomento do setor”, comentou o deputado Gustavo Tutuca.

O título de Capital Estadual da Cerveja comprova o potencial do setor e também valoriza a vocação de Petrópolis. Segmento que vem ganhando espaço no mercado e no gosto do público, a produção artesanal hoje em Petrópolis conta com 17 indústrias cervejeiras, sendo 10 delas as chamadas ciganas – que são aquelas que utilizam a estrutura de outras cervejarias para a criação e produção dos rótulos. O segmento acrescenta mais diversidade de opções no Circuito Cervejeiro de Petrópolis, roteiro que está sendo trabalhado em conjunto com a iniciativa privada e poder público e ganha ainda mais força com a chancela.