Festivais

Os curiosos nomes de cervejarias do Festival em NH

Evento que vai até 16 de abril na Fenac reúne 30 expositores, entre eles marcas curiosas

Cerveja teve seu nome de batismo a partir da descrença de amigos dos cervejeiros iniciantes (Foto: Divulgação)

Cerveja teve seu nome de batismo a partir da descrença de amigos dos cervejeiros iniciantes (Foto: Divulgação)

Dois imigrantes estabelecidos em Novo Hamburgo (RS), um holandês e um alemão, cansados das cervejas comerciais disponíveis no Brasil, resolveram fazer a sua própria, em 2011. De início, despertaram a descrença dos amigos. Ouviam deles que a cerveja ficaria "uma bosta". Sem se intimidar, inspiraram-se na provocação e levaram adiante a ideia. Assim nasceu a Bossta Beer, que cinco anos e meio depois figura entre as marcas oferecidas no 6º Festival de Cervejas Artesanais, na Fenac, em Novo Hamburgo.

A brincadeira começou em setembro de 2011. Em 2012, foram registrar a marca, mas não conseguiram, pois se tratava de um termo vulgar. Porém, bastou acrescentar um esse: Bossta Beer. O primeiro festival na Fenac (com panela de 80 litros), em outubro de 2014, foi o impulso. "Ali a Bossta não parou de crescer", diz Jéssica van Enck, filha do holandês, Henk, que continuou tocando o negócio, enquanto o outro fundador, o alemão Werner Roeben, teve de se dedicar a sua fábrica de beneficiamento de vidros temperados, embora até hoje participe dos eventos como entusiasta da cerveja, hoje com uma linha composta de 11 estilos.

Na edição 2017 do festival, são aproximadamente 30 expositores e mais de 80 rótulos de cervejas. Entre as cervejarias presentes, há outros nomes curiosos, como Baita Bier, Cadela Velha e Gambiarra, ao lado de marcas artesanais premiadas como Coruja, Eisenbahn, Grambier, Hunsrück, Imigração e Maniba (confira aqui a lista completa).

Cadela Velha é um dos nomes curiosos a encontrar na Fenac (Foto: Divulgação)

Cadela Velha é um dos nomes curiosos a encontrar na Fenac (Foto: Divulgação)

O festival se realiza em paralelo à Feira da Loucura por Sapatos. O horário de funcionamento do festival ocorre em dias de semana das 16h às 22h, e finais de semana e feriados, das 10h às 22h. Além disso, é possível apreciar uma boa cerveja e curtir uma música, pois das 19h às 21h o festival conta com happy hour. Além das opções de cerveja, nas garrafas e nas torneiras, é possível harmonizar com as opções oferecidas pelos foodtrucks presentes no evento: Julay, de hambúrguer e Taco, de pizzas artesanais.