Rota da Cerveja, Destaque

Minas Gerais terá guia com mais de 90 empreendimentos cervejeiros

O Mapa Cervejeiro contará com um portal e uma revista quadrimestral com mapa físico, sendo a edição de estreia com 59 cervejarias, de 39 cidades mineiras, além de 32 bares, restaurantes e hotéis com carta de cervejas especiais (na foto, uma cerveja mineira harmonizada com um prato de um estabelecimento cervejeiro, o Chef Túlio. Crédito: Ana Garcia/Divulgação)

O Mapa Cervejeiro contará com um portal e uma revista quadrimestral com mapa físico, sendo a edição de estreia com 59 cervejarias, de 39 cidades mineiras, além de 32 bares, restaurantes e hotéis com carta de cervejas especiais (na foto, uma cerveja mineira harmonizada com um prato de um estabelecimento cervejeiro, o Chef Túlio. Crédito: Ana Garcia/Divulgação)

Circuito turístico de experiências será lançado no dia 26 de julho, em Belo Horizonte

Um circuito turístico de experiências cervejeiras pretende consolidar Minas Gerais como um Estado de referência em boas cervejas. Com mais de 90 empreendimentos, entre indústrias e estabelecimentos que vendem cervejas artesanais e especiais, o guia tem seu lançamento no dia 26 de julho, às 20h, no foyer do edifício The Office (Av. Raja Gabaglia, 2280), em Belo Horizonte. O Mapa Cervejeiro é uma iniciativa da Estrela Brasil Produções, com o patrocínio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig).

 
 

Cindra Gomes, organizadora do circuito, explica:

“O projeto é uma plataforma de integração das ações e dos agentes do setor cervejeiro com agentes do trade turístico para fomento de ações estratégicas de crescimento e fortalecimento do turismo de experiências cervejeiras em Minas Gerais.”

Para essa integração, o Mapa Cervejeiro contará com um portal e uma revista com mapa físico. A revista terá edições quadrimestrais, visando oferecer informações atualizadas sobre o roteiro turístico local. A primeira edição terá a indicação geográfica de 59 cervejarias, em 39 cidades mineiras, além de 32 bares, restaurantes e hotéis com carta de cervejas especiais.

Inicialmente serão lançados 20 mil exemplares da revista, que será distribuída gratuitamente em hotéis, postos de informações turísticas e estabelecimentos parceiros devidamente sinalizados com o selo do Mapa Cervejeiro. O objetivo é lançar também um aplicativo.

“Queremos que as pessoas descubram o mundo sensorial relacionado à cerveja: o aroma dos ingredientes, a textura da bebida, a beleza de uma taça bem servida, o ambiente acolhedor e divertido, a tecnologia por detrás da produção, os cuidados na preparação das receitas e tudo mais o que puder ser estimulado aos olhos, aos ouvidos, à boca, ao tato e ao olfato”, destaca Cindra.

O empresário Marco Falcone, sócio da Falke Bier e diretor do Sindicato das Indústrias de Cerveja e Bebidas em Geral do Estado de Minas Gerais (Sindbebidas), destaca:

“O Mapa Cervejeiro vai dar uma notoriedade maior para o nosso Estado e para as cervejarias mineiras, num contexto geral. Não é só uma promoção de produtos, mas principalmente um estímulo à cultura cervejeira.”

Para ele, este será um importante ponto de partida para que os estabelecimentos cervejeiros promovam novas experiências ao turista, desenvolvendo o setor como um todo.

Como incentivo ao circuito, o Mapa Cervejeiro fechou ainda uma parceria com a startup PickMeApp, que oferece um serviço de transporte gratuito para os clientes dos estabelecimentos parceiros. As vans do PickMeApp buscam os usuários no local que desejam (dentro da região contratada pelos parceiros), levam para os estabelecimentos e retornam com eles para o local de partida. Isso possibilita um aumento do ticket médio nos bares, maior fluxo de pessoas, fidelização de clientes, além da segurança e comodidade de ter um motorista profissional à disposição.

O mercado de cervejas especiais vem crescendo em Minas Gerais. A cada dia, novos homebrews (produtores caseiros de cerveja) saem de suas garagens para expandir a produção, motivados pelo crescente interesse no produto. Grandes indústrias já despertaram para esse momento e estão adquirindo micro e pequenas empresas promissoras. Gôndolas de supermercados oferecem cada vez mais opções de rótulos. Eventos cervejeiros pipocam por todos os cantos do Estado. Bares e restaurantes investem em cartas diferenciadas da bebida. Novas lojas de equipamentos e insumos são abertas. E novas turmas de beer sommeliers são formadas a cada semestre.

Esse cenário, que vem se desenhando já há alguns anos, vem consagrar a vocação do Estado para a cerveja especial. Considerado a “Bélgica brasileira” pela variedade de estilos e pela utilização de ingredientes locais, Minas Gerais coleciona prêmios neste segmento, com produtos de vanguarda e alto valor agregado.

A chefe de Divisão de Formatação de Produtos e Roteiros Turísticos da Belotur, Flávia Werneck, uma das apoiadoras do Mapa Cervejeiro, ressalta:

“A iniciativa da criação do Mapa Cervejeiro é de fundamental importância para atender a uma nova demanda do turista pós-moderno, que busca algo além do simples conhecimento, mas sim experienciar os destinos em toda a sua plenitude. Além disso, essa cultura de boteco é um ambiente propício para que a cerveja seja vista como protagonista do turismo.”