O universo cervejeiro percorrido por mãos femininas

O livro Maximus Sentidus, escrito por três especialistas, teve o lançamento na Bienal do Rio

Obra tem como autoras a pesquisadora Jane von Sydow, a cervejeira Helena d’Ottenfels, da Buda Beer, e a coordenadora da Rota Cervejeira RJ, Ana Claudia Pampillón (Foto: Divulgação)

Obra tem como autoras a pesquisadora Jane von Sydow, a cervejeira Helena d’Ottenfels, da Buda Beer, e a coordenadora da Rota Cervejeira RJ, Ana Claudia Pampillón (Foto: Divulgação)

Três mulheres que entendem de cervejas, processos de cervejarias e harmonizações se uniram para apresentar esse universo a leigos e amantes da bebida. Maximus Sentidus - Douradas, Vermelhas e Douradas tem como autoras a pesquisadora Jane von Sydow, a cervejeira Helena d’Ottenfels, da Buda Beer, e a coordenadora da Rota Cervejeira RJ, Ana Claudia Pampillón. O livro teve sessão de autógrafos durante a Bienal na 18ª Bienal Internacional do Livro, em 9 de setembro, no Rio Centro, na Barra da Tijuca.

Confira a apresentação do livro, feita pelas autoras:

Refinar nossos sentidos é o que nos remete a dimensões especiais, diferenciadas e nos propicia descobertas inusitadas e enriquecedoras. A capacidade sensitiva, inata por si só, já é suficiente para sorver muitos dos predicados da cerveja. Entretanto, quando você descobre, educa e aprofunda seus sentidos, um novo mundo de sensações e percepções se descortina. Foi para isso que idealizamos “Maximus Sentidus”: para compartilhar os segredos da cerveja, revelando-os de forma entusiasmada, objetiva, simples e prazerosa.

Para captar o que há de mais belo e inspirador ao nosso redor, temos que saber entender o produto através dos nossos sentidos e, para isso, é importante conhecermos a história, as características e a personalidade da bebida, bem como decodificar nossos próprios sentidos.

Nesse contexto, o convívio regado a cerveja, aliado ao espírito despojado e alegre dos apreciadores dessa bebida foram os motivadores para a realização deste livro. Esta obra foi escrita a seis mãos (femininas), alinhadas com o encantamento que a cerveja propicia, desde a sua fabricação até a sua degustação entre amigos, que proporciona sempre um espírito agregador.

Apresentando um texto prático, leve e ilustrado, Maximus Sentidus foi idealizado para que os amantes, apreciadores ou simpatizantes da cerveja possam assimilar ainda mais intensamente as delícias e propriedades dessa bebida que sensibiliza nossos sentidos e nos transporta para um mundo descontraído e rico em sabores, cores, harmonizações e histórias... muitas histórias!

Degustar cerveja sem saber ao certo sua origem, curiosidades e os critérios básicos de degustação é como ter a sua frente um poema de Vinícius de Moraes e não ter um vocabulário à altura do texto. Eventualmente, a mensagem pode até ser percebida, mas as belezas e nuances do conteúdo só poderão ser integralmente absorvidas conhecendo-se sua história, conteúdo e características.

Além do mais, refinar sentidos será sempre um convite a desafios que, uma vez alcançados, estarão influenciando e colorindo inúmeras facetas de nossas vidas, mesmo as que parecem mais distantes, que poderão se conectar às alegres borbulhas e sabores do mundo cervejeiro.


As autoras na sessão de autógrafos (Foto: Divulgação)

As autoras na sessão de autógrafos (Foto: Divulgação)

Serviço

  • O quê: Maximus Sentidus - Douradas, Vermelhas e Douradas
  • Como: a edição é limitada, e o livro pode ser adquirido na Cervejaria e brewpub Buda Beer, em Petrópolis, na St. Gallen (casa da Cervejaria Therezópolis), em Teresópolis, e na Ranz Bier, em Nova Friburgo. As autoras estão negociando a venda com algumas livrarias da região serrana e da capital fluminense