Mal acabou a Bauerenfest, Petrópolis recebe a Jugendbauernfest

Cidade serrana reuniu mais de 350 mil pessoas nos 10 dias da festa alemã

 Depois das atrações no centro de Petrópolis, com a Bauernfest (foto), chega a vez de Itaipava (Foto: Divulgação)

Depois das atrações no centro de Petrópolis, com a Bauernfest (foto), chega a vez de Itaipava (Foto: Divulgação)

O Parque Municipal, em Itaipava, começa a receber nesta terça-feira (3 de julho) a montagem da estrutura para a Jugendbauernfest, que começa na quinta-feira (5 de julho) e vai até domingo (8). Depois da 29ª edição da Bauernfest, que terminou neste domingo (1º), no centro de Petrópolis (RJ), a festa continua nos distritos com uma programação que vai desde danças folclóricas e comidas típicas alemãs à sucessos nacionais, como a banda Blitz e o forró da Rastapé. O evento também terá como foco a homenagem aos colonos alemães, mas misturando as tradições germânicas com a atualidade. Por isso, bandas reconhecidas na cidade, como Tokaia, além de DJs e atrações voltadas também para as crianças complementam a programação. A entrada é gratuita.

A primeira edição da Jugendbauernfest também vai contar com barracas de alimentação e cerveja inspiradas na Bauernfest, sem faltarem as produções artesanais. Com decoração nas cores da Alemanha, o espaço ainda recebe os Jogos Germânicos e o tradicional concurso de chope a metro. Um telão também será instalado no Parque para a transmissão do próximo jogo da seleção brasileira na Copa do Mundo, na sexta-feira (6), às 15h.

O prefeito Bernardo Rossi explica:

“Essa expansão natural para Itaipava mostra o sucesso da Bauernfest. Não vamos recriar esse grande evento no distrito, mas o Parque vai receber um núcleo inspirado na festa. Esse é, também um antigo pedido de comerciantes locais, para que os grandes eventos chegassem aos distritos.”

A abertura da festa, na quinta-feira, já é em clima alemão com a apresentação da Associação dos Grupos Folclóricos Alemães de Petrópolis (Agfap), às 19h. Em seguida, os amantes de cerveja podem entrar na disputa do concurso de chope a metro, às 20h – que ocorre no mesmo horário também na sexta e no sábado. Quem encerra a noite é a Bauernband, às 20h30. Na sexta-feira (6), a dança folclórica retorna ao palco a partir de 19h. Já às 21h, quem promete não deixar ninguém parado é a banda de forró Rastapé. E às 23h, os DJ Vitor Ventura entra em cena com Bruno Guimarães no sax.

Já no sábado, a programação começa cedo com os Jogos Germânicos às 11h. Em seguida, às 12h, tem a apresentação do sertanejo Lucas Israel, seguido pela Bauernband, às 14h, além de Matheus Garcia e Amanda Santos às 16h. No início da noite, às 18h, a Agfat retorna a festa para mais uma apresentação de dança folclórica, abrindo o grande show da noite, com a banda Blitz. Breno Morais, no sax, e o Dj David terminam a noite a partir de 23h.

Para encerrar a festa, outra edição dos Jogos Germânicos começa às 11h. Mais tarde, às 16h, o musical “Frozen” vai fazer a alegria da criançada com a história de Elsa, Anna e seus amigos. Às 18h, o público entra no clima alemão novamente com a apresentação da Agfap, abrindo o último concurso de chope a metro, às 19h. Já às 19h30, a banda Tokaia encerra a Jugendbauernfest.

Segundo o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Leonardo Randolfo, o evento terá uma “pegada jovem”, por isso a palavra “jugend”:

“Por ser um núcleo mais jovem, estamos trazendo uma programação local e nacional, em uma versão mais moderna da Bauernfest, sem o compromisso exclusivo com a tradição da versão no Palácio de Cristal, uma festa mais flexível”, disse.

Mais de 350 mil pessoas passaram pelos 10 dias da Festa do Colono Alemão. Foram mais de 200 atrações, espalhadas por seis palcos oficiais da 29ª Bauernfest. A prefeitura estima que mais de R$ 43 milhões foram injetados na economia do município. Ápice da alta temporada, no período, a cidade também recebeu em torno de 880 veículos de turismo, entre ônibus e vans. Hotéis e pousadas do Centro Histórico também comemoraram a alta taxa de ocupação, que ultrapassou os 96% nos dois fins de semana da festa. Alguns chegaram a 100% de ocupação. Em restaurantes e lojas, alguns comerciantes calculam até 40% de aumento no movimento se comparado a outras semanas comuns.

O secretário da Turispetro, Marcelo Valente, destaca:

“Estamos muito satisfeitos com o resultado! Mesmo em uma festa tradicional, já consolidada no calendário da cidade, conseguimos surpreender turistas e visitantes com a variedade cultural e gastronômica, com a expansão do evento. Toda a festa ajudou a aquecer, e muito, as vendas do nosso comércio e movimentou todo o trade turístico. A 29ª Bauernfest confirmou mais uma vez que o turismo é o caminho de sucesso para nossa cidade.”

Além dos espaços oficias da festa, toda a cidade ficou movimentada. Nos pólos de moda, como a Rua Teresa, visitantes aproveitaram a passagem por Petrópolis para também ir às compras. Uma van exclusiva para clientes Bauernfest x Rua Teresa levava os turistas gratuitamente de um ponto a outro. Os dias de céu azul, sem chuva, ajudaram a fazer com que o público da Bauernfest também aproveitasse o circuito turístico a pé.

No Museu Casa de Santos Dumont, só neste último fim de semana da Festa do Colono Alemão 2.599 mil pessoas visitaram a antiga casa de veraneio do inventor.

“A festa foi um sucesso. Tivemos todos os espaços oficiais da festa lotados, mostrando que a descentralização e a expansão ainda maior do evento agradou o público. Todos os resultados superaram nossas expectativas”, frisa Leonardo Randolfo.

Além de muitos petropolitanos, os anfitriões da festa, turistas invadiram o Centro Histórico. O militar Rodrigo Rocha, por exemplo, que é morador do Rio de Janeiro, aproveitou o domingo para subir a Serra e levar toda a família para curtir a Bauernfest.

“Venho sempre a essa festa. Como sempre, alegre, e ambiente familiar. Sempre trago a minha família. Achei esse ano a festa mais organizada e mais cheia”, disse ele.

Os espaços mais cheios este ano chamaram a atenção também durante a semana, com a abertura das barracas a partir de 10h. Outra novidade de 2018 foi a entrada das cervejas artesanais com uma barraca especial no Palácio de Cristal e a “Lei da Bauern”, sancionada pelo prefeito Bernardo Rossi, regulamentando a autorização do espaço que fica no entorno do Palácio (intramuros), para que receba apenas empresas petropolitanas, que tenham produtos típicos culturais alemães, mantendo assim a tradição e as raízes germânicas durante a festa.