Owens Illinois assume a produção das garrafas da cerveja Coruja

A maior fabricante do mundo passa a fornecer 100% das garrafas de 500 mL

Garrafas da marca Coruja têm design diferenciado (Foto: Divulgação)

Garrafas da marca Coruja têm design diferenciado (Foto: Divulgação)

A Owens Illinois (O-I), maior fabricante de embalagens de vidro do mundo, agora produz todas as garrafas de 500 mL da cervejaria Coruja. A parceria começou em 2014, quando a marca escolheu a O-I para desenvolver uma linha de garrafas exclusivas em comemoração aos seus 10 anos. As embalagens de 500 mL correspondem a cerca de 50% do volume de vendas da cervejaria, com 10 rótulos neste volume e dois em Litro, retornável.

Rafael Rodrigues, sócio fundador da Cervejaria Coruja, destaca:

“As novas garrafas possibilitaram apresentar a Coruja a outros Estados com seu verdadeiro conceito de cerveja especial, reforçando identidade e linguagem visual, além de facilitar a distribuição para grandes redes, como Zaffari, Angeloni, Sonda, St Marche, Eataly, Zona Sul, Hortifrúti e Pão de Açúcar.”

O modelo de garrafa exclusivo produzido pela O-I possui decoração especial com gravação em relevo.

O gerente de Marketing e Inovação da O-I, Daniel Amaral, observa:

“A Coruja foi uma das primeiras microcervejarias que a Owens Illinois atendeu no Brasil. Estamos muito felizes em fazer parte deste processo de crescimento da empresa e queremos, juntos, ir mais longe.”

O portfólio da Coruja é dividido em três “espécies”, as Vivas, Migratórias e Fora de Série.

As Vivas são as cervejas não pasteurizadas, compostas pela Viva (Lager, 4,5%) e Extra-Viva (Lager, 6,5%).

As Migratórias são as primeiras cervejas pasteurizadas, entre as quais estão a Otus (Lager, 4,5%), a Strix (Lager extra, 6,5%), a Alba (Weizenbier, 5,5%) e a Noctua (Dark Lager, 7,2%); nesta classe, também estão as Voadeiras – Otus Hop (Lager, 4,9%), Strix IPL (Lager extra, 6,6%) e Alba Weizenbock (Weizenbock, 6,5%).

As últimas criações da Coruja são coletivas, em parceria com movimento artístico, e denominadas Fora de Série: Baca (Amber Leger, 5,5%, com pitanga), Labareda (Kellerbier, 6,7%, com pimenta) e Coice (Tribock, 11,5%, com canela).

A cervejaria foi criada em 2004, no Rio Grande do Sul, e em 2010 a produção foi transferida para a cidade de Forquilhinha (SC), onde são produzidos cerca de 90 mil litros mensais, pela Cervejaria Santa Catarina (Saint Bier).

Atualmente, a Coruja é comercializada nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais. Nos sete estados em que está presente, a Coruja chega a aproximadamente 1.200 pontos de venda, fora as grandes redes. Segundo Rafael Rodrigues, a cerveja também é comercializada eventualmente no Nordeste e alguns sites fazem venda online para pessoas físicas de outros Estados.