Clubes de assinatura

Fucking Beer produz cervejas no antigo estilo Grisette

Beer Pack do Clube do Malte distribui as cervejas para os seus assinantes

A Fucking Beer Relax com Carvalho Americano e a Fucking Beer Relax com Pêssego foram produzidas segundo o histórico estilo (Foto: Divulgação)

A Fucking Beer Relax com Carvalho Americano e a Fucking Beer Relax com Pêssego foram produzidas segundo o histórico estilo (Foto: Divulgação)

Para quem nunca provou o estilo Grisette e quer conhecê-lo, o Beer Pack do Clube do Malte distribui entre seus assinantes, no mês de junho, as novas cervejas da Fucking Beer, cervejaria curitibana. A Fucking Beer Relax com Pêssego e a Fucking Beer Relax com Carvalho Americano foram produzidas com o histórico estilo.

Conforme os cervejeiros, as receitas para a produção foram resgatadas de épocas que datam de 1812, 1870 e 1950, com diferentes versões. São com teor alcoólico de 3,9%, baixo amargor, pouco filtradas e coloração dourada. As duas apresentam a mesma receita base, porém se diferenciam pelo ingrediente adicional que irá fazer toda a diferença no resultado final da cerveja. A Relax com chips de Caravalho Americano é uma opção de cerveja refrescante com a madeira arredondando o paladar. Já a Relax com pêssegos, que é adicionado junto à fermentação, transforma a cerveja em uma fruit beer com características únicas.

O estilo Grisette

Apesar de pouco conhecido no Brasil e hoje pouco produzido mundo a fora, o estilo Grisette possui grande valor histórico. Mesmo sem muitos registros sobre esse estilo sabe-se que essa Ale belga surgiu no século 19 como uma cerveja fabricada para matar a sede de mineiros, que trabalhavam com escavação em minas de pedras cinzentas no sul da Bélgica, na província de Hainaut.

Conta a história que à medida que a província de Hainaut começou a mudar de produção agrícola para uma região de mineração de carvão e pedra, no final dos anos 1800, os cervejeiros locais passaram a comercializar uma cerveja para a crescente população de mineiros. Grisette foi então considerada a cervejas dos trabalhadores da mineração, assim como Saison foi a cerveja dos agricultores.

Como características básicas as cervejas do estilo Gristte possuem teor alcoólico que varia de 3,5% a 5%, baixos amargores, são produzidas também com malte de trigo, pouco filtradas, claras e refrescantes. São cervejas que surgiram para matar a sede e espantar as cinzas de um dia duro de trabalho.