Rota da Cerveja

Uma expedição cervejeira para a Bélgica

Guia é Lorenzo Dabove, o Kuaska, um dos maiores especialistas em cerveja belga no mundo

Registro da expedição cervejeira a Bélgica ocorrida em 2017 (Foto: Divulgação)

Registro da expedição cervejeira a Bélgica ocorrida em 2017 (Foto: Divulgação)

Organizada por um dos maiores especialistas em cerveja no Brasil, Douglas Merlo, e tendo como guia um dos maiores especialistas em cerveja belga no mundo, Lorenzo Dabove, o Kuaska, parte no final de janeiro de 2018 a Expedição Cervejeira para a Bélgica. São 33 vagas, das quais no início de julho de 2017 resta um terço. Um dos apelos do roteiro, com partida em 26 de janeiro e volta em 4 de fevereiro de 2018, é levar o visitante a locais especiais e pouco acessíveis, como as cervejarias de mosteiros trapistas.

A viagem é organizada pela Beertrade, fruto da parceria entre Douglas Merlo, sommelier de cervejas e juiz de concursos cervejeiros pelo mundo, e o também sommelier Silvano Spiess, responsável pelo blog de cervejas O Caneco. O roteiro, com partida em 26 de janeiro e retorno em 4 de fevereiro, inclui brewpus e pubs como o Delirium Tremens e Moeder Lambic, além de cervejarias de mosteiros trapistas. Confira a seguir os locais a serem visitados, e uma descrição feita pelos organizadores da viagem.

O roteiro

Restobières - "Recepção em Bruxelas com um extraordinário jantar no Restobières, onde além de jantar vamos poder nos divertir com as performances cômicas do lendário Chef Alain Fayt, um grande amigo de Kuaska. Aqui iremos desfrutar da verdadeira cozinha de Bruxelas, com cervejas escolhidas pessoalmente por Kuaska e o Chef Alain Fayt."

Brasserie à Vapeur - "A única e quem sabe a última cervejaria do mundo, que tem toda sua energia proveniente do vapor, literalmente uma fábrica de cervejas movida a vapor. Famosa por suas saisons, teremos o prazer de acompanhar uma brassagem aberta que acontece apenas uma vez a cada mês, a famosa 'Brassin Public' da Vapeur."

Sint Bernardus - "A St. Bernardus produz cervejas de abadia desde 1946. Todas as cervejas são fabricadas com fermento próprio, malte da mais alta qualidade e lúpulo cultivado em campos que ficam ao lado da cervejaria."

Rodenbach - "Fundada em 1836 por Pedro Rodenbach juntamente com sua esposa empreendedora Regina Wauters. No entanto a família tem que agradecer a Eugène Rodenbach pela busca magistral da qualidade na produção de cervejas. Não somente estudou sobre vinificação da cerveja como também otimizou o processo de maturação em barris de carvalho." A cervejaria é mundialmente conhecida por seus 294 barris de carvalho, alguns com 150 anos de idade, os quais são protegidos como parte do patrimônio industrial da “Flemish Community."

Bosteels - "Produtora do espumante divino a base de cevada – a Cerveja DeuS. A cervejaria está nas mãos da Família Bosteels há mais de 200 anos e sete gerações. Evarist Bosteels, estabeleceu a cervejaria em 1791. A Bosteels fica na cidade de Buggenhout na Bélgica e produz além da DeuS, a Kwak e a Tripel Karmeliet." (em setembro de 2016, a Bosteels passou a fazer parte da AB InBev, leia mais aqui)

In de Vrede – Westvleteren - "A abadia de Saint Sixtus é a Abadia Trapista onde é produzida a Estenderete. Considerada uma das melhores cervejas do mundo, a Westvleteren pode ser comprada com preço de varejo, ou seja 3,70 Euros, apenas na Abadia de Saint Sixtus em Vleteren na Bélgica."

Registro da expedição de 2017 (Foto: Divulgação)

Registro da expedição de 2017 (Foto: Divulgação)

Het Anker - Gouden Carolus - "Famosa por produzir as premiadas Gouden Carolus. Além de conhecer as entranhas da cervejaria e degustar as mais de 10 cervejas da linha, vamos ter a oportunidade de conhecer a destilaria, poucos sabem mas a Het Anker além da produção de ótimas cervejas produz um whisky muito particular e fascinante. Vamos concluir essa vista com almoço na própria cervejaria."

Cantillon - "Um dos destaques da viagem, o Cantillon Day Tour (Original e nova localização), com uma superturnê guiada por Kuaska, considerado membro da família Van Roy – Brasserie Cantillon."

3 Fonteinen - "Visitaremos o mais novo centro de produção de Lambic da Bélgica, chamado Lambik-o-Droom que em flamingo quer dizer 'o sonho do Lambic', um sonho realizado pelo proprietário da 3 Fonteinen Armand Debelder. Uma imersão entre de centenas de barris de Lambic."

Kuaska, o abade Prior, da Rochefort, e Douglas Merlo (Foto: Divulgação)

Kuaska, o abade Prior, da Rochefort, e Douglas Merlo (Foto: Divulgação)

Trappist Rochefort - "Visita sagrada aos monges trapistas de Rochefort. Visitar a cervejaria da abadia, onde se produzem três das cervejas mais populares e apreciadas do mundo. Kuaska é um amigo muito querido do cervejeiro Gumer Santos, que nos levará pelas entranhas da abadia visitando a produção de cerveja."

Gueuzerie Tilquin - "Considerada por muitos o melhor 'blendador' de Lambic do mundo, Pierre Tilquin abrirá as portas de seu ateliê, mostrando os segredos de um bom blend de Lambic. Nesta visita teremos a possibilidade de degustar Lambics puros."

Bruges Beer Festival - "Considerado um dos maiores eventos cervejeiros da Bélgica, passaremos um dia inteiro participando das degustações do festival. Kuaska nos apresentará pessoalmente várias cervejarias e seus respectivos cervejeiros, uma oportunidade única para enriquecer seu conhecimento cervejeiro. Bruges é uma das cidades medievais mais charmosas da Europa, patrimônio cultural da Unesco."


Serviço

  • O quê: Expedição Cervejeira para a Bélgica
  • Quando: partida em 26 de janeiro e volta em 4 de fevereiro de 2018
  • Quanto: € 2 450 (entrada de R$ 3.000, convertidos em euros na cotação do dia do pagamento, e saldo em euros dividido em parcelas com vencimento no dia 10 de cada mês, sendo a última no mês anterior à viagem e usando para conversão para o real a cotação da véspera do vencimento do boleto, enviado por e-mail), com direito a

  • 9 pernoites em apartamento duplo com café da manhã

  • 5 translados de ônibus (bus tour)
  • Guia especializado em cerveja e história da cerveja belga com tradução em português
  • 8 refeições (sendo almoço ou jantar)
  • Ingressos nas visitas as cervejarias e museus que serão visitados
  • Passagem e trem para Roeselare (Rodenbach)
  • Kit participante para o Bruges Beer Festival

O que NÃO está incluso:

  • Passagens aéreas para a Bélgica (ida e volta)
  • Translado do Aeroporto para Hotel e do Hotel ao Aeroporto
  • Seguro Viagem
  • Bebidas alcoólicas em Pubs e entradas em eventuais eventos não listados no cronograma
  • Todas as despesas não especificadas nos itens incluso

  • Como: mais informações neste link