Fusão Envase Brasil e Embala Sul leva eventos anuais para Sul e Nordeste

Em anos pares a feira será na Serra Gaúcha, e em anos ímpares em Pernambuco

 Esta edição, em Bento Gonçalves (RS), tem a estimativa de R$ 100 milhões em negócios (Foto: Divulgação)

Esta edição, em Bento Gonçalves (RS), tem a estimativa de R$ 100 milhões em negócios (Foto: Divulgação)

A cada dois anos, a indústria de bebidas e alimentos se encontra na Envase Brasil em busca de novas soluções. Ao completar 20 anos, a feira que construiu sua trajetória acompanhando as mudanças dos setores de alimentos e bebidas, confirma sua fusão com a Embala Sul, lançando uma agenda que passa a ser anual. Em anos pares, a feira será realizada em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, em anos ímpares em Pernambuco, no Nordeste brasileiro. O anúncio foi feito presidente da Envase Brasil, Vicente Puerta, em seu discurso de abertura na noite de terça-feira, 24, na presença de cerca de 200 convidados, entre autoridades nacionais e expositores. (Confira mais opções de eventos na Agenda Cervejeira)

A Envase Brasil - Embala Nordeste já tem data confirmada. O evento será realizado de 13 a 16 de agosto no Centro de Convenções de Pernambuco. O evento segue em 2020 como Envase Brasil - Embala Sul, na edição Serra Gaúcha. Ao somar forças, as feiras se aproximam dos setores produtivos de cada região, apresentando novidades anualmente. Junto com Puerta, o diretor Executivo da Embala Sul 2018, Luís Fernando de Oliveira Pereira, recepcionaram os convidados e conversaram com expositores.

Puerta também aproveitou para agradecer os expositores, muitos deles que acompanham a feira desde o início.

“A Envase foi gerada no ventre do setor vinícola. A feira cresceu e se desenvolveu e ao longo dessas duas décadas foi se moldando para ajudar as cadeias produtivas de alimentos e bebidas a crescer”, destacou.

O presidente da Associação Brasileira de Indústria de Água Mineral (Abinam), Carlos Alberto Lancia, lembrou que vinho e água caminham juntos:

“As duas bebidas são bíblicas. Há 25 anos, água mineral era receitada e encontrada em farmácias. Ela deixou de ser remédio e virou alimento. Hoje, consumimos mais água que refrigerante. São 16 bilhões de litros por ano só no Brasil.”

Rodrigo Ferraro, presidente da Associação Gaúcha de Microcervejarias (AGM) e representando a Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), disse que apenas 0,9% do mercado é ocupado pelas cervejas artesanais:

“Nosso mercado é promissor. Temos muito para crescer. O espaço que a Envase Brasil está dando para o setor é fundamental. Este é o quarto ano que participo e posso ver que a cerveja artesanal ocupa um espaço bem maior que em edições anteriores”.

Atualmente, o Brasil tem cerca de 1,5 mil cervejarias registradas, incluindo as ciganas (com produção terceirizada).

Outro setor que conquistou seu espaço na fira é o azeite de oliva. Para o presidente do Instituto Brasileiro de Olivicultura (IbraOliva), Eudes Romano Marchetti, a parceria já está confirmada para a próxima edição.

“Provavelmente nosso instituto seja o mais jovem, mas já é representativo. Nosso trabalho já tem o reconhecimento através de premiações internacionais”, destacou.

Já são 35 prêmios. Dos 7 mil hectares cultivados no Brasil, 3,5 mil são no Rio Grande do Sul, somando 20 marcas produzidas em 13 municípios gaúchos.

O presidente da Associação das Pequenas Indústrias de Laticínios do Rio Grande do Sul (Apil), Wlademir Pedro Dall'Bosco, afirmou que o melhor leite do Brasil é o produzido no Rio Grande do Sul.

“De tudo o que produzimos, 60% é exportado para outros estados. Nossa qualidade é incomparável e aqui estamos construindo importantes parcerias e realizando excelentes negócios. Este é o nosso terceiro ano”, enfatizou.

Representando o prefeito de Bento Gonçalves, Sílvio Pasin, secretário de Desenvolvimento Econômico, comemorou a história de sucesso da Envase Brasil e o perfil da cidade para grandes eventos.

“A Envase é uma das quase 30 feiras que este parque sediará somente este ano. Que sejam selados bons negócios”, frisou.

Encerrando os pronunciamentos, o secretário de Estado da Ciência e Tecnologia, Evandro Fontana, que representou o governador José Ivo Sartori, enalteceu a capacidade do evento de movimentar toda cadeia produtiva.

“Muitas empresas de ponta estão aqui, e muitas delas são gaúchas. Nosso estado é o segundo do país em inovação, primeiro em patentes e terceiro em geração de empregos. Exportamos tecnologia”, reforçou.

Celebrando os 20 anos do evento, 20 parceiros foram homenageados com a entrega de quadros. A Envase Brasil - Embala Sul segue até sexta-feira, 27, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves, das 14h às 21h. A projeção é de que os 164 expositores registrem R$ 100 milhões em negócios, reunindo um público de 10 mil profissionais.


Serviço

  • O quê: Envase Brasil / Embala Sul
  • Quando: 24 a 27 de abril de 2018, das 14h às 21h
  • Onde: Parque de Eventos de Bento Gonçalves/RS – Pavilhão E