Cervejeiros caseiros criam envasadora semiautomática

Dupla usou know-how como projetistas, desenvolveu equipamento e abriu a empresa Inove

Mateus e Eduardo com a envasadora semiautomática concebida para facilitar e dar precisão ao engarrafamento (Foto: Divulgação)

Mateus e Eduardo com a envasadora semiautomática concebida para facilitar e dar precisão ao engarrafamento (Foto: Divulgação)

Detalhe da envasadora (Foto: Divulgação)

Detalhe da envasadora (Foto: Divulgação)

Homebrewer metódico, Eduardo Siqueira se incomodava com a tarefa de envasar a cerveja caseira. Assim como muitos outros cervejeiros caseiros, ele costuma engarrafar a bebida na presença de amigos e familiares. Nessas situações a distração é inevitável, e parte do líquido é derramada. Projetista de produtos em Campo Largo (PR), Eduardo se desafiou a encontrar uma solução mais prática e precisa do que o método mais comum de utilizar mangueiras simples. Para a missão convidou outro projetista, Mateus Flores, e com ele desenvolveu uma envasadora semiautomática e criou um negócio voltado a ajudar outras pessoas em seu hobby, a empresa Inove. O produto, distribuído pela Empório do Lúpulo, está à venda em uma rede de parceiros que pode ser consultada pelo site da Inove.

O equipamento é destinado ao pequeno produtor caseiro que tem a atividade como hobby - não apenas o cervejeiro caseiro, mas também produtores de vinhos espumantes, produtores de sucos, caldo de cana e hidromel e até o envase de artigos de limpeza e líquidos de baixa viscosidade em galões de diferentes medidas.

"A inteligência do produto Inove", explica Mateus, "está na eficiência de controle de fluxo durante o envase, para não gerar oxidação ou formação de espuma excessiva dando maior eficiência, o design do conjunto com as peças clipadas e a grande inovação, a vedação com opções de dois headspaces e três vedações diferentes para garrafas."

Como toda startup, a proposta é resolver o problema do produtor caseiro de imediato e evoluir a solução com novas vedações intercambiáveis. Da ideia ao lançamento, a dupla levou em torno de seis meses, incluindo a construção do modelo de negócio, o desenvolvimento do projeto industrial, a criação da rede de fornecedores e meios de produção, embalagem e logística. A principal barreira superada foi a de viabilizar a industrialização do projeto de forma rentável. Para isso, utilizaram a experiência pessoal dos sócios da Inove em desenvolver produtos em larga escala. Para vender o produto, os criadores apostaram no lojista homebrew.

"O lojista homebrew é o grande divulgador da cultura cervejeira", acrescenta Eduardo, "e pensando na margem do lojista o produto foi desenvolvido, por isso não vendemos para consumidor final."

Até 2018 a Inove planeja lançar mais três novos produtos para os cervejeiros caseiros.

Vídeo da Empório do Lúpulo mostra como funciona a envasadora.