Dicas

5 dicas para tirar o restaurante do vermelho

As sugestões são de Renato Almeida, cofundador do Consumer, software de gestão

Renato Almeida se especializou em automatização da gestão do segmento de bares e restaurantes (Foto: Divulgação)

Renato Almeida se especializou em automatização da gestão do segmento de bares e restaurantes (Foto: Divulgação)

Empreender no ramo alimentício é o caminho de muitos que desejam ter um negócio próprio, mas gerir um restaurante, lanchonete ou bar não é das tarefas mais fáceis. Para ajudar esses empreendedores a otimizarem a operação de seus negócios e retomarem o fôlego de novo, Renato Almeida, cofundador do Consumer, software de gestão voltado a este segmento (interessados em saber mais sobre o sistema, clicar aqui), reuniu algumas dicas, que a Beer Art decidiu compartilhar com os leitores (confira abaixo) - Para conferir outras dicas, clique aqui.

1 - Abandone o bloquinho

O tempo que se leva entre colher e atender os pedidos em um estabelecimento é fator determinante para a clientela voltar. Hoje, não faltam opções para aposentar de vez o bloquinho de papel. Garçons trabalhando com tablets ou celulares, por exemplo, transmitem direto à cozinha, agilizando e priorizando a coleta de pedidos, ao mesmo tempo em que reduzem os gastos com atendimento.

2 - Preste atenção ao estoque

Fazer uma boa gestão da quantidade de ingredientes utilizados em seu restaurante, lanchonete ou bar, retirando os pratos menos consumidos do cardápio ou criando promoções para girar o estoque, por exemplo, evita desperdícios de alimento e gera economia. Esteja sempre atento à média de consumo do estabelecimento.

3 - Tenha um cardápio eficiente

Ter um cardápio eficiente também significa investir em novas receitas para agradar a públicos variados. Não precisa de muito. Colocar um prato vegetariano no cardápio ou apostar em uma sobremesa pouco comum, por exemplo, já te deixam na frente de muita gente. Além disso, algumas técnicas como tirar os cifrões e números quebrados, e usar boas fotos das refeições deixam o menu mais atrativo.

4 - Fidelize

Em tempos de crise, ao mesmo tempo em que é fundamental ter uma boa clientela, é necessário adotar formas de fidelizá-la. Para isso é essencial encontrar uma forma inteligente de cadastro e investir na divulgação para essa base. O relacionamento com os clientes pode ser aperfeiçoado ao enviar e-mails de promoções e novidades, por exemplo. Outra forma de divulgação entre o público usual e o novo é investir nas redes sociais, postando bom conteúdo regularmente e respondendo a interações.

5 - Organize as finanças

Fazer uma boa administração do fluxo de caixa garante o controle dos gastos e recebimentos para, por exemplo, evitar atrasos no pagamento de fornecedores, contas e salários da equipe. Uma solução é utilizar um software de gestão, que automatiza o processo e permite acompanhar de perto tudo o que entra e sai e os resultados financeiros diários.