Dicas de harmonização de cerveja com comida

Daniel Magri, do Chef com Cerveja, preparou dicas para os leitores da Beer Art

Confira algumas combinações certeiras de cerveja e pratos (Fotos: Divulgação)

Confira algumas combinações certeiras de cerveja e pratos (Fotos: Divulgação)

DANIEL MAGRI
Chef com Cerveja

Você já deve ter ouvido sobre harmonização de cerveja com comida. Se não ouviu, ou ouviu pouco, você encontrou o conteúdo ideal para aprender mais! Preparamos esse material utilizando anos de experiência de chefes de cozinha e cursos focados em harmonização.

Um erro de harmonização que você pode estar cometendo!

(Para conferir outras dicas, clique aqui)

Muita gente pensa que harmonizar é servir um bom prato de comida com uma cerveja tão boa quanto. Isso é muito comum em diversos posts de blogs e restaurantes focados em cerveja.
Muita gente não sabe que a harmonização vai muito além disso. Um dos maiores e mais comuns erros é servir um prato acompanhado com cerveja, e não harmonizado.

Conheça as técnicas certas de harmonização

Harmonizar pratos e cervejas é a técnica de criar um contraste único entre as duas partes. A Cerveja ainda deve ter o poder de limpar a sua boca quando estiver degustando pratos mais gordurosos, que sem sombra de dúvidas, é uma excelente experiência.

Existem alguns pratos que sugerem alguns tipos de cerveja com pratos mais conhecidos. Essa técnica é válida e pode ajudar muito quando você estiver em dúvidas sobre a harmonização. Porém, em pratos mais complexos e diferenciados, esse gabarito pode não funcionar.


Existem algumas combinações que não dão errado nunca, como por exemplo:


Arroz, feijão e Bife:
Vienna Lager


Pizza de Marguerita:
Pilsen


Sobrecoxa de Frango Grelhada:
Irish Red Ale


Pão com Ovo:
Weiss


Sashimi de Tilápia:
Saison


Camarão Grelhado:
Witbier


Costelinha de Porco Defumada:
Doppelbock


Arroz negro:
Chocolate Porter


Hambúrguer Bovino:
Pale Ale


Pato na Laranja:
Tripel


Churrasco:
Brown Ale


Quando for harmonizar com entrada, prato principal e sobremesa

O ideal é sempre começar servindo as cervejas que são mais suaves primeiro. Conforme o tempo for passando, recomendados que vá aumentando a intensidade. Ou seja, começando com uma menos alcoólica e aumentando essa porcentagem gradativamente.

Conhecer a cerveja ajuda muito!

Esse, sem dúvida, é um dos itens mais essenciais da harmonização. Não adianta nada tentar harmonizar uma cerveja que você não conhece com um prato que você gosta, não vai funcionar. A melhor forma é harmonizar com cervejas que você já provou de outras vezes e que você já possui uma afinidade com ela.

Para saber mais do Chef Com Cerveja, o endereço é chefcomcerveja.com.br