Copa do Mundo inspira lançamento da Cervejaria Pratinha

Cervejaria lança versão da Bohemian Pilsner Dom Pedro II em lata colecionável

 Dom Pedro II é uma cerveja refrescante, com uma combinação de lúpulos (Foto: Divulgação)

Dom Pedro II é uma cerveja refrescante, com uma combinação de lúpulos (Foto: Divulgação)

Em ano de Copa do Mundo, a Cervejaria Pratinha, com sede em Ribeirão Preto (SP), lançou uma versão da sua consagrada Bohemian Pilsner, a Dom Pedro II, em lata colecionável e comemorativa com a temática de futebol e outros ícones brasileiros. Trata-se de uma cerveja cheia de leveza e frescor, ideal para ser apreciada bem gelada. Na receita há lúpulos Chinook, Saaz e Magnum. Ela tem 5% de álcool e 45 de IBU (amargor) e pode ser encontrada em diversos pontos de venda, além da Pratinha Store, em Ribeirão Preto.

A sommelière da Pratinha, Bia Amorim, explica:

“A Dom Pedro II já faz parte do portfólio da Pratinha, mas agora ganhou uma embalagem diferente em homenagem ao esporte mais popular do Brasil.”

Sediada em Ribeirão Preto (SP), a Cervejaria Pratinha foi fundada em 2013 e conta com 10 receitas principais, sendo que a maioria estará sempre presente em linha e outras serão sazonais, como a Culotte de la Duchesse, uma Red Flanders maturada por um ano antes de ser engarrafada.

Idealizada pelo empresário José Virgilio Braghetto, nasceu da curiosidade e do interesse dele pelo assunto ainda na década de 90, quando passou uma temporada fora do Brasil, mais especificamente na Dinamarca, onde foi apresentado ao mundo das cervejas especiais. De volta ao Brasil, o empresário criou um portal para o mercado cervejeiro chamado República da Cerveja, o primeiro do gênero na América Latina que tinha como foco principal a geração de negócios B2B, além de oferecer ferramentas online que auxiliava cervejeiros, como softwares que ajudavam a calcular parâmetros para fabricação de cerveja como o amargor da cerveja, a quantidade de álcool e o extrato. Para desenvolvê-lo, porém, precisou aprender alguns conceitos e as fórmulas propriamente ditas, que foram os fundamentos para que, anos depois, concretizasse o projeto da cervejaria.