Competições

Concurso As Melhores Cervejas do Mundo revela vencedores em 14 de janeiro

O prêmio é uma consultoria jurídica e de construção de marca para iniciar uma cervejaria cigana

Concurso surgiu a partir dos encontros promovidos por Bruno Lopes, beer sommelier e proprietário de As Melhores Cervejas do Mundo (Foto: Albert Silver/Divulgação)

Concurso surgiu a partir dos encontros promovidos por Bruno Lopes, beer sommelier e proprietário de As Melhores Cervejas do Mundo (Foto: Albert Silver/Divulgação)

Organizado pela Beer Store As Melhores Cervejas do Mundo, localizada em Copacabana (Rio), um concurso que mobiliza 50 grupos de cervejeiros caseiros terá seu resultado revelado em 14 de janeiro. Eles inscreveram suas receitas para concorrer a um cobiçado prêmio: uma consultoria jurídica e de construção de marca para iniciar uma cervejaria cigana – ou seja, produzir a bebida em fábrica de terceiro. Ao vencedor, é prometida ainda uma assessoria no desenvolvimento do plano de negócios e mais 400 litros para comercializar. O estilo escolhido para o concurso foi o India Pale Ale. O lançamento da nova cerveja será na beer store.

A ideia do concurso, indicado para concorrer ao Prêmio Sebrae de Empreendedorismo, surgiu dos encontros com cervejeiros da Zona Sul que Bruno Lopes, beer sommelier e proprietário de As Melhores Cervejas do Mundo, promove na Beer Store mensalmente, na terceira terça-feira ou quinta-feira do mês. Ali, ele percebeu que muitos cervejeiros caseiros têm talento para entrar no mercado, mas carecem de incentivo. Bruno explica:

“Nossa casa recebe uma série de cervejeiros caseiros que me procuram pedindo informações de como empreender nesse ramo da cerveja artesanal. Eu notei que diversos deles tinham um sonho, são ótimos cervejeiros caseiros, mas não sabem os caminhos ou não têm condições de investir. Então resolvemos dar esse empurrãozinho. Trabalho com consultoria para empresa do ramo de cerveja artesanal, e esse também foi um dos motivos que me levou a criar esse concurso.”

A inscrição foi gratuita, e cada grupo poderia reunir, no máximo, três pessoas. O julgamento das receitas está na mão de uma Comissão Julgadora composta por beer sommeliers e sommeliers, profissionais do ramo de cervejas e outros convidados. Os critérios avaliados: aroma, aparência, sabor (o mais importante, valendo até 30 pontos), sensação na boca e impressão geral.