As cervejas da Bamberg que celebram o rock

Cervejaria paulista, uma das mais premiadas do país, dedica seis rótulos a músicas e bandas

Nenhum de Nós, Paralamas, Raimundos e Sepultura são homenageados pela linha da Bamberg (Fotos: Divulgação)

Nenhum de Nós, Paralamas, Raimundos e Sepultura são homenageados pela linha da Bamberg (Fotos: Divulgação)

No dia 13 de julho se comemora o aniversário do um dos mais cultuados estilos musicais, o Rock. E a cerveja tem uma conexão com esse ritmo. No caso da cervejaria Bamberg, uma das mais premiadas do Brasil, é mais do que uma ligação, é uma devoção. Em sua linha, a cervejaria dedicou rótulos importantes de sua linha para bandas e músicas. São seis compartilhando a mesma paixão pelo Rock.

Alexandre Bazzo, fundador da Bamberg, destaca:

“Para nós esse desenvolvimento é a materialização de um sonho, aproximar ainda mais a cerveja e o Rock 'n' Roll, e ainda homenagear grandes bandas e suas músicas.”


As cervejas roqueiras


Bamberg Camila Camila

bamberg-camila-camila

Cerveja do estilo Bohemian Pilsen, feita pra homenagear a música Camila Camila, da banda Nenhum de Nós. Temperatura de serviço: de 4°C a 7°C.

Aroma: o lúpulo Saaz predomina com seu caráter floral e, em segundo plano, condimentado, logo o malte surge com caramelo, cereal e pão.

Aparência: cerveja cristalina, de coloração amarelo escuro, espuma com excelentes formação e persistência.

Sabor: o sabor vem primeiro com uma certa doçura e suavidade inicial do malte, em seguida o lúpulo já toma conta, não apenas com o amargo, mas também com o gosto floral, podendo-se notar um pouco de condimentado, no retrogosto percebe-se um final seco.

Sensação na boca: corpo médio-baixo, carbonatação média.

Leia aqui a ficha completa, incluindo as medalhas da cerveja


Bamberg O Calibre

bamberg-o-calibre

Cerveja do estilo German Pilsen, leve, seca e com marcante lupulagem, é a cerveja que homenageia a banda Os Paralamas do Sucesso. Em 2014, a bebida foi premiada na categoria Ouro do 2º Concurso Brasileiro de Cervejas.

Aroma: presença marcante do lúpulo, floral, herbal, cítrico, com leve aroma de malte

Aparência: cerveja clara, cristalina, com boa formação de espuma

Sabor: começa com uma sutileza do malte, na forma de pão, farinha, mas rapidamente é tomado pelo lúpulo

Sensação na boca: cerveja leve, final seco, refrescante.

Leia aqui a ficha completa, incluindo as medalhas da cerveja


Bamberg Raimundos

bamberg-raimundos

Desde os anos 90, Raimundos faz a cabeça de muita gente e, em 2013, passou a fazer parte da carta de cervejas também. O estilo eleito pelos integrantes para representar a banda foi o Helles, tradicional da Baviera. É uma cerveja clara e leve, mas de grande personalidade, com uma lupulagem facilmente identificada, tanto no final seco, quanto no aroma floral que esta a confere.

Aroma: presença de malte, pão, caramelo e floral do lúpulo

Aparência: coloração amarela, com espuma persistente e cristalina

Sabor: nesta cerveja, nota-se a presença marcante do malte, mas com o nítido amargor do lúpulo, conferindo equilíbrio

Sensação na boca: corpo médio, com média carbonatação

Leia aqui a ficha completa, incluindo as medalhas da cerveja


Bamberg Sepultura Weizen

bamberg-sepultura-weizen

Cerveja de trigo que homenageia a banda Sepultura. Cerveja de tradicional estilo da Bavária, na Alemanha, é de alta fermentação, com 5% de teor alcoólico. Refrescante, é ideal para o verão brasileiro. Temperatura ideal de consumo entre 4°C e 6°C.

Aroma: presença marcante dos ésteres (aroma de banana) e fenóis (aroma de cravo)

Aparência: coloração dourada, com espuma persistente e turbidez natural por não passar pelo processo de filtragem e com isto ainda conter fermento

Sabor: notam-se no paladar a banana e o cravo, além disso, tem-se um final cítrico que confere um equilíbrio aos sabores. Não é perceptível a presença de amargor proveniente do lúpulo.

Sensação na boca: corpo médio, com alta carbonatação.

Leia aqui a ficha completa, incluindo as medalhas da cerveja


Bamberg Sepultura Ale

bamberg-sepultura-ale

É uma cerveja que não se enquadra em nenhum estilo predefinido. Fabricada com matérias-primas de origem alemã - fermento da região de Colônia, lúpulos de Hallertau e maltes da Francônia -, o que faz dela um estilo único, feito para celebrar os 30 anos de uma das maiores bandas de Metal do mundo. Harmoniza com um som pesado e alto. Temperatura ideal de consumo entre 4°C e 6°C.

Aroma: leve biscoito, frutas vermelhas e cítrico

Aparência: coloração vermelha, cristalina, com boa formação e persistência da espuma

Sabor: de início, percebem-se os maltes na forma de biscoito, toffee e casca de pão, mas logo o refrescante lúpulo toma conta, com frutas cítricas

Sensação na boca: cerveja leve, fácil de ser bebida, com final seco

Leia aqui a ficha completa, incluindo as medalhas da cerveja


Bamberg CPM 22

bamberg-cpm-22

Uma Pilsner de corpo leve e boa drinkability, com lúpulo marcante e amargor refrescante, em homenagem à CPM 22, banda formada em 1995 na cidade de Barueri (SP).

Aroma: floral, miolo de pão

Aparência: dourada, boa espuma

Sabor: sutil adocicado

Sensação na boca: frescante, leve amargor