2 Brut IPAs da Bold Brewing: Bellini e Rossini

Novas criações da cervejaria cearense são baseadas no universo da coquetelaria

A Bellini Brut IPA tem adição de pêssego, e a Rossini Brut IPA, adição de morango, amora e framboesa (Foto: Divulgação)

A Bellini Brut IPA tem adição de pêssego, e a Rossini Brut IPA, adição de morango, amora e framboesa (Foto: Divulgação)

Surfando a onda do estilo que surgiu em São Francisco (Califórnia/EUA), e que conquistou o mercado brasileiro em 2018, a Bold Brewing lança, neste mês de dezembro, duas Brut IPAs que flertam com a mixologia. Para quem ainda não o conhece, este estilo tem por conceito apresentar cervejas mais secas, eventualmente mais carbonatadas, para lembrar um espumante, amargor baixo e aroma intenso de lúpulo. Leves e refrescantes, combinam com o verão.

Com base nessas similaridades com um espumante e se valendo da criatividade, a cervejaria cearense apresenta duas cervejas pensadas em coquetéis que levam essa bebida na receita original: a Bellini Brut IPA (adição de pêssego) e a Rossini Brut IPA (adição de morango, amora e framboesa). O arremate sensorial fica por conta do dry-hopping de Citra e Mosaic, em ambas, enriquecendo o conjunto.

Visualmente, são cervejas de colorações vivas e marcantes. Foram usados durante o processo flocos de arroz entre os maltes, para a base ficar mais clara e valorizar a cor das frutas utilizadas. No aroma e sabor, destaque novamente para as frutas utilizadas em cada uma, amargor sutil, e bem refrescantes, o que pede um segundo gole.

Bellini e Rossini substituem o tradicional espumante nas festas de fim de ano. Chegam aos pontos de venda no início do mês, em latas de 473ml, e na versão em chope. (Confira abaixo o roteiro de lançamento)

A Bold Brewing

A Bold Brewing é uma cervejaria cearense, comandada por Rodrigo Campos. Cervejeiro caseiro desde 2011, Rodrigo dá aulas sobre fabricação de cerveja, é membro docente do curso de sommelier de cerveja no Senac Ceará e Science of Beer e jurado de concursos de cerveja caseira no Estado e no Festival Brasileiro de Cervejas, que ocorre em Blumenau todo ano.

Foi o fundador e primeiro presidente da Associação de Cervejeiros Artesanais do Ceará (ACervA cearense) e o cervejeiro caseiro mais premiado do Brasil, em 2017. Neste mesmo ano, levou o prêmio de melhor cerveja caseira da América do Sul. Foi finalista do 6o Concurso Mestre Cervejeiro Eisenbahn, com uma Irish Red Ale, em 2015.

A Bold surge com a proposta de impressionar o consumidor pelo visual único, como também pela qualidade de seus produtos. Essa força já se destaca no nome que significa ousado, destemido. Em maio deste ano, a cervejaria lançou dois rótulos e entrou no mercado. A Psychedelic Weisse, uma Berliner Weisse com pitaya e goiaba, já levou medalha de ouro no Festival Nacional das Acervas, na Copa Sul Americana ocorrida no Chile, e ainda arrematou o prêmio de Best Of Show neste mesmo evento. A segunda foi a Vermont Juicy IPA, sob o estilo New England IPA, e também levou medalha de ouro no Concurso das Acervas NoNeCO, além de medalha de prata no Festival Nacional das Acervas.


Serviço

  • O quê: lançamento das cervejas Bellini e Rossini, da cervejaria Bold Brewing
  • Quando e onde: a apresentação para imprensa ocorre na quinta-feira, dia 6, no Empório Alto dos Pinheiros. Após o bate-papo, o lançamento ocorre na casa com a presença do cervejeiro e sócio, Rodrigo Campos. Para quem não puder comparecer neste dia, a cervejaria preparou uma semana de roteiro por São Paulo. Confira a agenda:
  • 6/12 - 20h – Lira bar empório - Rua Marquês de Itu, 1.039 – Higienópolis
  • 7/12 – A partir das 18h – Soul Botequim - Av. Padre Antônio José dos Santos, 812 - Cidade Monções
  • 8/12 – 14h – Tap Tap - Rua da Consolação, 455 - Consolação
  • 8/12 – 20h - Let's beer - Rua Joaquim Távora, 961 - Vila Mariana