Cervejas

A revolução cervejeira no Rio

Beer Art de abril destaca o avanço artesanal nas areias e bares cariocas

Edição 17 da revista está disponível para download gratuito em iPad, iPhone e Android

Edição 17 da revista está disponível para download gratuito em iPad, iPhone e Android

Com criatividade não apenas nas receitas, mas também nos modelos de negócio, a cerveja artesanal avança no Rio. É o que mostra a reportagem de capa da edição de abril da Beer Art, assinada por uma personagem da cena cervejeira carioca, a criadora do blog Maria Cevada, Amanda Henriques (para ler a matéria, clique aqui. Confira abaixo os destaques da edição.

Rio - Ao mostrar o panorama da nova cerveja carioca, a autora deixa de dica para os leitores um roteiro por bares da capital fluminense. Para facilitar a vida do turista cervejeiro, a Beer Art transformou a lista em um mapa compartilhado na internet. Confira ao clicar aqui.

CluBeer - As fichas interativas das cervejas dos kits de abril, que desta vez trazem a Tupiniquim Chocolate Stout, ao lado de atrações internacionais que vêm da Alemanha, da Bélgica e dos Estados Unidos.

Festival Brasileiro - O paranaense Luís Celso Jr., que integrou a equipe da Beer Art na cobertura do Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau (SC), enumera e explica 10 razões pelas quais é imperdível esse evento realizado na cidade catarinense.

Seção Fonte - Reconhecida com medalhas internacionais, a cervejaria Bierland, de Blumenau (SC), mira o mercado do Norte e do Nordeste do Brasil. Confira a reportagem de Ricardo Jaeger (Fotos) e Sarah Buogo (Texto).

IPA no gelo - Le Besada, autor da impressionante foto vencedora do desafio do Instagram, publicada no perfil @besadabeer, conta neste texto como nasceu a imagem de uma garrafa de Punk IPA sobre um glacial na Patagônia.

IMAGEM ORIGINAL PRODUZIDA POR LE BESADA E PUBLICADA EM SUA CONTA NO INSTAGRAM @BESADABEER (FOTO: LE BESADA)

IMAGEM ORIGINAL PRODUZIDA POR LE BESADA E PUBLICADA EM SUA CONTA NO INSTAGRAM @BESADABEER (FOTO: LE BESADA)