Cervejas Premiadas

Bäcker festeja quatro medalhas da Austrália

Premiadas incluem a celebrada Reserva e até uma cerveja ainda nem lançada

Reserva do Proprietário vem colecionando prêmios internacionais (Foto: Divulgação)

Reserva do Proprietário vem colecionando prêmios internacionais (Foto: Divulgação)

Depois de um 2016 estrelado, com 20 prêmios, a Bäcker entrou com firmeza no pódio em 2017. Em março, conquistou três medalhas no Concurso Brasileiro de Cervejas, e em maio teve quatro cervejas premiadas no Australian International Beer Awards.

Em Melbourne, foram mais de 2 mil cervejas inscritas de 358 cervejarias e 36 países. Doze cervejarias brasileiras conquistam 33 medalhas na Austrália. E a Bäcker faturou quatro bronzes com as cervejas Corleone, Bravo, Reserva do Proprietário e a recém-lançada Cabral, que conforme a cervejaria em breve estará disponível em garrafas, mas já disponível nas biqueiras do Templo Cervejeiro.

A empresa credita o resultado ao investimento no Controle de Qualidade. Hoje, Hayan Khalil, um dos proprietários, está à frente deste departamento com um trabalho contínuo que envolve um maior rigor na aquisição de ingredientes e matérias-primas, acompanhamento de toda a produção e, também, em parceria com o mestre-cervejeiro, a criação de novas receitas para o portfólio.

Quem assina a produção é Sandro Duarte, mestre-cervejeiro da Bäcker desde 2015. O cervejeiro possui MBA em Gestão Estratégica do Agronegócio pela Universidade Newton Paiva, é engenheiro agrônomo pela Universidade Federal de Viçosa e técnico especial em cervejaria e maltaria pela Câmara da Indústria e Comércio para Munique e Alta Baviera e pelo Senai.