Cerveja artesanal à base de arroz chama atenção em congresso

Participantes puderam degustar a cerveja experimental no Congresso Brasileiro de Arroz irrigado (Foto: Paulo Lanzetta/Divulgação)

Participantes puderam degustar a cerveja experimental no Congresso Brasileiro de Arroz irrigado (Foto: Paulo Lanzetta/Divulgação)

Técnico da Embrapa desenvolveu a bebida para evento nacional em Pelotas

Durante o IX Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado, de 11 a 14 de agosto, em Pelotas (RS), foi lançado um tipo de arroz propício para a elaboração de cerveja. A variedade foi criada para uso em bioetanol e alimentação animal, mas a degustação de 60 litros da cerveja demonstrou mais este potencial. Durante a apresentação do BRS AG (o arroz Gigante), os participantes do encontro, vindos de diversos Estados e do Exterior, tiveram a chance de apreciar a bebida artesanal.

A cerveja produzida especialmente para o Congresso é do estilo Cream Ale, com teor alcoólico de 4,4% e amargor levemente acentuado. Na composição, 40% de arroz BRS AG cru com casca e os 60% restantes com três tipos de malte de cevada. A elaboração foi do técnico agrícola da Embrapa Alcides Severo, também cervejeiro caseiro. "A diferença na eficiência da conversão do amido, entre o arroz tipo agulhinha (longo fino) para a BRS AG (o arroz Gigante), resultou em quase mais de 10%", observou o autor, conforme declarações reproduzidas no site da Embrapa Clima Temperado, em matéria assinada por Cristiane Betemps.

Alcides Severo se dedica à produção artesanal há cinco anos e considera ter uma boa estrutura para a produção caseira. "O início foi um desafio entre estudantes", contou. "E comecei a me interessar pelo assunto, adquirir equipamentos e utensílios, fazer experiências em casa e a presentear amigos com o produto. Mais tarde, o que parecia distante do campo das ideias tornou-se uma realidade, e hoje, me tornei um cervejeiro. Eu me envolvi tanto com esse negócio, que fiz vários cursos, já ministrei cursos em Pelotas. Hoje sou cervejeiro e associado à Acerva Gaúcha e participo de concursos nacionais de cerveja."

No recente X Concurso Nacional de Acervas, em junho de 2015, em Porto Alegre, Severo obteve o 6° lugar na categoria Strong Ale, com uma Old Ale. Atualmente, ele produz 24 estilos de cerveja, com diversas características e rótulos próprios, para compartilhar com os amigos e na Confraria do Malte. O criativo cervejeiro adianta o próximo desafio: planeja iniciar ainda neste ano um cultivo de lúpulo em caráter experimental em sua propriedade familiar.

 
Cerveja apresentada no evento tem 40% de arroz e os 60% restantes com três tipos de malte de cevada  (Foto: Paulo Lanzetta/Divulgação)

Cerveja apresentada no evento tem 40% de arroz e os 60% restantes com três tipos de malte de cevada  (Foto: Paulo Lanzetta/Divulgação)

 
Detalhe da cerveja artesanal à base de arroz (Foto: Paulo Lanzetta/Divulgação)

Detalhe da cerveja artesanal à base de arroz (Foto: Paulo Lanzetta/Divulgação)