Cerveja, Destaque

Cervejaria Jokers lança a provocadora Blondelicious

Rótulo da Belgian Blond Ale traz uma tarja que pode ser raspada

Belgian Blond Ale é o segundo lançamento da cervejaria curitibana (Foto: Divulgação)

Belgian Blond Ale é o segundo lançamento da cervejaria curitibana (Foto: Divulgação)

Promissora cervejaria nascida nas panelas de homebrewers de Curitiba (PR), a Cervejaria Jokers lança a sua segunda criação, uma Belgian Blond Ale com nome convidativo e rótulo provocador, a Blondelicious. Em alusão ao termo blond, traz o desenho de uma loira, com um detalhe sobre o peito: uma tarja que pode ser raspada com metal.

Uma entre muitas novidades de dezenas de cervejarias que aguardam o público no Festival Brasileiro da Cerveja, de 11 a 14 de março em Blumenau (SC), a Blondelicious tem teor alcoólico de 7,1% e amargor de 26 IBU. Combina maltes especiais e os lúpulos Styrian Goldings, Premiant e Saaz. É levemente turva pela ausência de filtração.

A cervejaria nasceu em 2012, para satisfazer a paixão dos engenheiros André Arzua e Volnei Luiz Cecon Junior. Do orgulho de beber a própria cerveja, veio o reconhecimento (prêmio no II Concurso Paranaense de Cerveja Feita em Casa, em 2013, com uma American Pale Ale).

Em 2014, a Cervejaria Jokers passou a produzir em escala maior e se oficializou como cervejaria. Batizada com o nome Jokers Redneck, a mesma receita premiada passou a ser produzida industrialmente. À Redneck (uma referência à gíria para o típico "capira" americano), soma-se agora outra personagem, a Blondelicious.