Prorrogadas inscrições ao Concurso Brasileiro de Cervejas

Competição ganha novas categorias e tem alterações nas normas de envio de amostras

Criação da Categoria Experimental, para cervejas ainda não lançadas mas devidamente registradas no MAPA, é uma das novidades para 2016 (Foto: Daniel Zimmermann/Divulgação)

Criação da Categoria Experimental, para cervejas ainda não lançadas mas devidamente registradas no MAPA, é uma das novidades para 2016 (Foto: Daniel Zimmermann/Divulgação)

A organização do Concurso Brasileiro de Cervejas, a ser realizado em paralelo ao Festival Brasileiro da Cerveja, prorrogou as inscrições, cujo prazo era nesta quinta-feira, 14. Agora, os cervejeiros interessados em participar têm até o dia 22 de janeiro para realizar o cadastro, por meio do site www.festivaldacerveja.com, na aba Concurso.

Com inscrições abertas desde 24 de novembro, o Concurso Brasileiro de Cervejas tem mudanças nas regras. A competição, que chega a sua quarta edição, se realiza em paralelo ao Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau (SC), de 9 a 12 de março. As inscrições deverão ser efetuadas neste link, até as 23h59min de 22 de janeiro de 2016, e o envio das amostras entre 18 de janeiro a 19 de fevereiro (não serão aceitas cervejas inscritas ou recebidas antes e/ou após essa data). Para a cervejaria que pretende participar de outros concursos também, é preciso atenção aos prazos de competições como o Australian International Beer Awards, com inscrições abertas no período de férias (fevereiro). Os prazos dos principais concursos cervejeiros podem ser consultados nesta seção da Beer Art: revistabeerart.com/concursos

As novas regras do Concurso Brasileiro de Cervejas

São inúmeras as alterações, entre elas a criação de novas categoria e modificação nas normas para envio das amostras. As mudanças foram realizadas com base no feedback dos jurados, das cervejarias e também em questões observadas pela própria organização no decorrer destes anos. Amanda Reitenbach, diretora técnica do concurso, comenta:

“Todos os e-mails e sugestões encaminhadas foram analisados e discutidos exaustivamente para que no final tenhamos a melhor formatação de regulamento para o Concurso Brasileiro de Cervejas de 2016.”

Dentre as principais alterações está a criação da Categoria Experimental, destinada a cervejas ainda não lançadas mas devidamente registradas no MAPA.

A diretora técnica explica:

“Teremos a The Best of Show, que escolhe a melhor cerveja do concurso, e o The Best of Show Experimental, entretanto as cervejas inscritas na Categoria Experimental não serão contabilizadas para a escolha da Melhor Cervejaria.”

Outra mudança é com relação à premiação da The Best of Show. Neste ano, as cervejarias devem indicar até cinco rótulos inscritos para participar da escolha da melhor cerveja do concurso. Além da indicação, os rótulos precisam ter recebido medalhas de ouro ou prata na avaliação dos jurados.

Outra novidade é inclusão do estilo Cerveja Brasileira, criado pela comissão organizadora do concurso.

“Buscamos valorizar a grande variedade de ingredientes brasileiros que podem ser adicionados à cerveja”, comenta Amanda.

Outros pontos importantes do novo regulamento destacados pela comissão organizadora:

  • A mudança no número de garrafas enviadas;
  • A obrigatoriedade de identificação em todas as garrafas enviadas para que cerveja inscrita não seja desclassificada;
  • A proibição de inscrição da mesma cerveja em diferentes estilos;
  • A importância de enviar com a cerveja condimentos, especiarias, frutas e qualquer outro ingrediente diferenciado utilizado na produção da cerveja, em formato de geleia, extrato ou outra forma que preserve as características do produto.

“Este procedimento é de fundamental importância na análise da cerveja que esta sendo julgada, principalmente se ela for avaliada por um jurado internacional”, destaca.

O júri

Para avaliar o grande volume de cervejas que devem participar do concurso, a comissão organizadora anuncia também um corpo de jurados maior e com mais participações internacionais. O júri reúne 48 jurados, dos quais 27 brasileiros e 21 estrangeiros, vindos de 17 países: Espanha, Bélgica, Coréia do Sul, EUA, Japão, Itália, México, Chile, Finlândia, Uruguai, Venezuela, Polônia, Inglaterra, França, Holanda, Canadá e Alemanha.

Confira o nome de cada integrante do júri e o país de origem:

  • Alejandro Baldenegro URUGUAI
  • Alex Campanini ITÁLIA
  • Alexandre Bazzo BRASIL
  • Alexandre Weckl BRASIL
  • Ana Carolina Oda Joaquim BRASIL
  • Ana Paula G. P. de Almeida BRASIL
  • Ana Paula Nogueira Nicolino BRASIL
  • Antonio Luiz de Almeida e Macedo BRASIL
  • Carl Kins BÉLGICA
  • Carlos Ruiz VENEZUELA
  • Daniel Wolff BRASIL
  • Daniela de Castro Dezordi BRASIL
  • Daniela Valverde BRASIL
  • Eli Coelho Junior BRASIL
  • Elisabeth Pierre FRANÇA
  • Fabiana Arreguy Corrêa BRASIL
  • Fernando Campoy Osset ESPANHA
  • Gil Lebre A. F. BRASIL
  • Gustavo Miranda BRASIL
  • Herbert Schumacher BRASIL
  • Humberto Fröhlich BRASIL
  • Jaime Ojeda CHILE
  • Jan Lichota POLÔNIA
  • Jos Brouwer HOLANDA
  • Joshua Oakes CANADÁ
  • Junghoon Yoon CORÉIA DO SUL
  • Kátia Jorge BRASIL
  • Leonardo Sewald BRASIL
  • Leonardo Botto BRASIL
  • Luc De Raedemaeker BÉLGICA
  • Marco Falconi BRASIL
  • Marcus Vinícius Dapper BRASIL
  • Mateo Sanz dos Santos ESPANHA
  • Maurício Beltramelli BRASIL
  • Pablo Carvalho BRASIL
  • Patrick Zanello BRASIL
  • Patrick Johnson REINO UNIDO
  • Pekka Kääriäinen FINLÂNDIA
  • Ricardo Canabrava França BRASIL
  • Ricardo Andres Solis Ibacache CHILE
  • Richard Hodges ALEMANHA
  • Roberto Alves da Fonseca BRASIL
  • Rodolfo Vargas Rebelo BRASIL
  • Rodolfo Mario Andreu Valdes MÉXICO
  • Sady Homrich Junior BRASIL
  • Simonmattia Riva ITÁLIA
  • Sunshine Kessler ESTADOS UNIDOS
  • Theo Flissebaalje HOLANDA

A inscrição

O regulamento do 4º Concurso Brasileiro de Cervejas está disponível no site do concurso, neste link. Esclarecimentos e maiores informações podem ser feitos pelo email concurso@festivaldacerveja.com.br