SABMiller Brasil se pronuncia sobre a AB InBev

"Enquanto a transação não for oficialmente concluída, continuam concorrentes"

Em nota, a SAB Miller Brasil ressalta que a transação entre a SAB Miller internacional e a ABInBev não se concretiza antes de maio de 2017

Em nota, a SAB Miller Brasil ressalta que a transação entre a SAB Miller internacional e a ABInBev não se concretiza antes de maio de 2017

Atualização: leia aqui matéria sobre o desfecho do negócio

Pelo menos até maio de 2017, a SABMiller Brasil e a Ambev continuam concorrentes. Nesta quarta-feira, a empresa lançou comunicado de que, enquanto se desenrola a aquisição do grupo internacional SABMiller pela AB InBev, a operação prossegue sem alteração com o parceiro local, o Grupo Petrópolis.

Leia a seguir a íntegra do comunicado:

SABMiller Brasil

São Paulo, 18 de novembro de 2015.

A SABMiller Brasil informa que, diante do cenário de oficialização da oferta e acordo para prosseguimento de aquisição da SABMiller pela AB lnBev, comunicado no último dia 11 de novembro, as operações no Brasil permanecerão sem alteração e seguem com o parceiro local, Grupo Petrópolis.

Esclarecemos que, conforme já mencionado, como parte condicional do acordo entre AB lnBev e SABMiller, a participação da SABMiller (correspondente a 58%) na joint venture MillerCoors nos Estados Unidos será adquirida pela MolsonCoors, que passará a ter a propriedade das marcas Miller globalmente, incluindo o Brasil.

"As marcas Miller têm um significante potencial de crescimento global e isso também foi destacado pela MolsonCoors, na apresentação realizada em 11 de Novembro deste ano para seus investidores. Por meio da nossa paixão e comprometimento, juntamente com o nosso parceiro Grupo Petrópolis no Brasil, continuaremos a construir as nossas marcas encantando nossos clientes e consumidores", diz Jean-Marc Thévenin, Managing Director da SABMiller para o Brasil e Cone Sul.

A expectativa é que a concretização do acordo entre a SABMiller e a AB lnBev e a "troca de controle" seja concluída no segundo semestre de 2016. No entanto, como os prazos de aprovações regulatórias nos mercados globais podem sofrer variações, as companhias acordaram um prazo final para essa troca em maio de 2017, que também pode ser postergado por ambas as partes, caso necessário. Sendo assim, enquanto a transação não for oficialmente concluída, a SABMiller, a AB lnBev e a MolsonCoors continuam concorrentes.