Cervejas

De olho nos EUA, Guinness prepara Blonde American Lager

Bebida será a primeira da mítica cervejaria irlandesa produzida em solo norte-americano

A novidade deve chegar ao mercado norte-americano em setembro (Foto: Divulgação)

A novidade deve chegar ao mercado norte-americano em setembro (Foto: Divulgação)

Sarah Buogo

Mundialmente conhecida por cervejas escuras, a irlandesa Guinness promete para o mês de setembro, nos Estados Unidos, uma Blonde American Lager. O novo rótulo claro é uma tentativa de evitar o declínio da cervejaria que tem como carro-chefe a Irish Stout. De acordo com dados da Diageo, fabricante da Guinness, fornecidos ao Business Week, as vendas da cerveja escura nos EUA caíram 6% em 2013. Para isso, a produção ocorrerá com uma parceria entre a Diageo e a City Brewing Company, cervejaria de Latrobe, na Pensilvânia.

A Lager da Guinness será a sua primeira cerveja fabricada nos EUA. Apesar de a bebida ser produzida localmente em mais de 40 países, os EUA ainda importavam a cerveja de Dublin, com exceção da Extra Stout, enviada do Canadá. As leveduras serão importadas da Irlanda.

A produção norte-americana da bebida fará parte de um programa chamado "Discovery Series", que contará com uma variedade de estilos, comercializados sob a marca Guinness. Segundo Doug Campbell, diretor do negócio de cerveja da Diageo, para o Advertising Age, a ideia é introduzir duas cervejas Discovery Series cada ano de diferentes estilos. Enquanto a Blonde vai se tornar um elemento permanente na linha da Guinness, outras cervejas podem ter edições limitadas.

A última tentativa da cervejaria para capturar o mercado dos EUA foi em 2011, com o lançamento da Black Lager, mas não obteve um resultado satisfatório.