Cerveja norte-americana é alvo de recall por risco de estourar

Cervejaria 10 Barrel recolhe garrafas da Swill devido a casos de segunda fermentação na garrafa

A cervejaria anunciou o recall voluntário e investigou a causa da carbonatarão extra (Foto: Divulgação)

A cervejaria anunciou o recall voluntário e investigou a causa da carbonatarão extra (Foto: Divulgação)

Fabricada pela 10 Barrel, em Oregon (EUA), a cerveja Swill foi retirada das prateleiras norte-americanas depois de relatos de que uma segunda fermentação indesejada chegou a estourar uma garrafa, além de em outras ter feito o líquido jorrar tão logo foram abertas.

No dia 1º de agosto, a empresa postou nas redes sociais um comunicado sobre a investigação do mistério, que alertou para a possibilidade de problema em outra cerveja, fabricada meses atrás:

"Após dois dias de teste contínuo, com pesquisa e investigação que mobilizou nossa equipe inteira (incluindo ajuda externa), conseguimos descobrir a raiz do problema. Utilizamos uma enzima específica no processo de produção cuja finalidade é quebrar cepas de amido complexas e revigorar a fermentação em algumas de nossas cervejas amargas. Esta enzima é a causa do problema que estamos tendo. É importante notar que não há preocupações com a saúde, se este produto foi consumido.

Com esta descoberta vem um aviso de recall ADICIONAL. Esta enzima também foi usada na primeira cerveja da nossa série número, uma Tart Cherry chamada Beer#1. Embora esta cerveja tenha sido fabricada e vendida alguns meses atrás, tememos que ainda haja remanescentes em suas adegas de cerveja, geladeiras, ou outras áreas de armazenamento. Por favor, se você ainda tem cerveja #1, descarte-a com o mesmo método que orientamos para a Swill" (está na página da 10 Barrel no Facebook)